Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/47134
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos Júnior, Olavo Francisco dos-
dc.contributor.authorSilva, Aline Ribeiro da-
dc.date.accessioned2022-05-06T23:01:12Z-
dc.date.available2022-05-06T23:01:12Z-
dc.date.issued2021-12-08-
dc.identifier.citationSILVA, Aline Ribeiro da. Mapeamento de risco de movimentos de massa relacionados à estabilidade de estruturas de contenção no bairro de Mãe Luiza - Setor Aparecida, Natal/RN. 2021. 300f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/47134-
dc.description.abstractThe occupation of slopes is quite recurrent in several Brazilian regions. For the most part, this occupation takes place irregularly, without adequate planning. In this way, the natural characteristics of the area, together with anthropic actions inappropriate to the use and occupation of the land, end up causing mass movements, which can seriously affect the local community. In Natal, Rio Grande do Norte, this reality is also verified, as is the case in the Mãe Luíza neighborhood. Faced with this scenario, the objective of this study was to carry out a risk mapping of mass movements in an area belonging to the Mãe Luíza neighborhood, between Rua Camaragibe and Rua Atalaia. The risk mapping of the area under study was carried out based on the methodology proposed by Brasil (2007). Four risk classes were defined, these being low, medium, high and very high risk. Three critical areas were analyzed, with thirtyfour properties involved. Among these, only six were classified as having medium mass movement risk, twenty-four properties were classified as high risk and four properties classified as very high risk. The high degree of risk attributed to most properties is mainly due to the precariousness of the existing containment structures in the area under study, associated with irregular constructions, among other factors. Thus, it is evident the need for corrective measures of the situations found to guarantee the habitability of the inspected properties, in addition to public policies to control the occupation of risk areas.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAnálise de riscopt_BR
dc.subjectMovimento de massapt_BR
dc.subjectContençãopt_BR
dc.subjectDunapt_BR
dc.titleMapeamento de risco de movimentos de massa relacionados à estabilidade de estruturas de contenção no bairro de Mãe Luiza - Setor Aparecida, Natal/RNpt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVILpt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0574745659429153pt_BR
dc.contributor.advisorIDhttps://orcid.org/0000-0001-7552-6646pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1573496204231636pt_BR
dc.contributor.referees1Bandeira, Ana Patricia Nunes-
dc.contributor.referees2Chaves, Leonardo Flamarion Marques-
dc.contributor.referees2Latteshttp://lattes.cnpq.br/4009299441957625pt_BR
dc.contributor.referees3Severo, Ricardo Nascimento Flores-
dc.description.resumoA ocupação das encostas é bastante recorrente em diversas regiões brasileiras. Em sua grande maioria, essa ocupação se dá de forma irregular, sem o adequado planejamento. Desta forma, as características naturais da área, conjuntamente às ações antrópicas inadequadas ao uso e ocupação do solo, acabam por acarretar movimentos de massa, que podem afetar gravemente a comunidade local. Em Natal, no Rio Grande do Norte, essa realidade também se verifica, como é o caso do bairro de Mãe Luíza. Frente a este cenário, o objetivo do presente trabalho foi realizar um mapeamento de risco de movimentos de massa em área pertencente ao bairro de Mãe Luíza, compreendida entre as Ruas Camaragibe e Atalaia. O mapeamento de risco da área em estudo foi realizado tomando por base a metodologia proposta por Brasil (2007). Foram definidas quatro classes de risco, sendo estas, risco baixo, médio, alto e muito alto. Foram analisadas três áreas críticas, com trinta e quatro imóveis envolvidos. Dentre esses, apenas seis foram classificados como de risco de movimento de massa médio, vinte e quatro imóveis foram classificados como submetido a risco alto e quatro imóveis classificados como de risco muito alto. O alto grau de risco atribuído à maioria dos imóveis se dá principalmente pela precariedade das estruturas de contenção existentes na área em estudo, associada a construções irregulares, dentre outros fatores. Assim fica evidente a necessidade de medidas corretivas das situações encontradas para garantir a habitabilidade dos imóveis vistoriados, além de políticas públicas de controle de ocupação de áreas de risco.pt_BR
Appears in Collections:PPEC - Mestrado em Engenharia Civil

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mapeamentoriscomovimentos_Silva_2021.pdf31,83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.