Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/48924
Title: A gestão pública do turismo em São Miguel do Gostoso desde uma perspectiva antropológica - RN
Authors: Albino, Felipe Gustavo
Advisor: Dantas, Andréa Virginia Sousa
Keywords: Gestão pública;Atividade turística em São Miguel do Gostoso/RN;Perspectiva antropológica;Public management;Tourism activity;Anthropological perspective in São Miguel do Gostoso/RN
Issue Date: 15-Jun-2022
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ALBINO, Felipe Gustavo. A gestão pública do turismo em São Miguel do Gostoso desde uma perspectiva antropológica - RN. 2022. 24f. Monografia (Graduação em Turismo) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2022.
Portuguese Abstract: A atividade turística, de modo geral, ainda gera impactos sociais e ambientais, principalmente em destinos turísticos emergentes. Em muitos casos, quem mais se beneficia com a atividade turística são as empresas privadas e os investidores, restando à população local arcar com a maior parte do ônus. Nesse contexto, a gestão pública de destinos turísticos tenta se mobilizar a fim de expandir os benefícios dessa atividade a uma maior parcela possível da população, cumprindo com sua função transversal de proteção do bem comum. Dessa forma, este trabalho teve o objetivo de analisar as ações da gestão pública do turismo no município litorâneo de São Miguel do Gostoso, no estado do Rio Grande do Norte no ano de 2017, que foi um ano em que a destinação obteve grande destaque no turismo do Rio Grande do Norte, além ser cenário de vários eventos já consolidados. A pesquisa qualitativa utilizou como instrumentos de coleta de dados a observação in loco, a pesquisa documental e a uma entrevista em profundidade com o gestor público local, constatando que existe uma preocupação por parte da gestão pública em incluir os moradores na realização dos eventos realizados e na atividade turística.
Abstract: Tourism activity, in general, still generates social and environmental impacts, especially in emerging tourist destinations. In many cases, those who benefit most from tourism are private companies and investors, leaving the local population to bear most of the burden. In this context, the public management of tourist destinations tries to mobilize itself in order to expand the benefits of this activity to the largest possible portion of the population, fulfilling its transversal function of protecting the common good. Thus, this work aimed to analyze the actions of public management of tourism in the coastal municipality of São Miguel do Gostoso, in the state of Rio Grande do Norte, in 2017, which was a year in which the destination gained great prominence. in the tourism of Rio Grande do Norte, besides being the scene of several events already consolidated. The qualitative research used in loco observation, documental research and an in-depth interview with the local public manager as data collection instruments, noting that there is a concern on the part of the public management to include the residents in the realization of the events held and in the tourist activity.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/48924
Appears in Collections:CCSA - TCC - Turismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gestaopublicadoturismo_Albino_2022.pdf281,12 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons