Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/51834
Título: Perdas de solo no Geoparque Seridó em função das alterações no uso e cobertura da terra
Título(s) alternativo(s): Soil losses in the Seridó Geopark due to changes in land use and coverage
Autor(es): Azevedo, Douglas Medeiros de
Orientador: Santos, José Yure Gomes dos
Palavras-chave: Geoparque Seridó;Perdas de solo;USLE;Equação Universal de Perdas de Solo (USLE);Erosão do solo
Data do documento: 16-Dez-2022
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: AZEVEDO, Douglas Medeiros de. Perdas de solo no Geoparque Seridó em função das alterações no uso e cobertura da terra. 2022. 47f. Trabalho de Conclusão de Curso (Geografia Bacharelado) - Departamento de Geografia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, 2022.
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo geral realizar uma análise das perdas de solo no Geoparque Seridó considerando as alterações ocorridas no seu uso e cobertura da terra, considerando dois períodos distintos: 1984 e 2019. Para tanto foram obtidos dois mapas de uso e cobertura da terra, um para o ano de 1984 e o outro para o ano de 2019, a partir de imagens gratuitas de sensores orbitais. As estimativas das perdas de solo foram realizadas a partir da utilização da Equação Universal de Perdas de Solo (USLE), acoplada ao Sistema de Informação Geográfica (SIG), que considerou para a sua modelagem, além de informações do uso e cobertura da terra, dados de precipitação, solo e topografia, permitindo assim a estimativa e análise espacial da distribuição das perdas de solo no território do Geoparque Seridó. Em que foi constatado que o Geoparque Seridó passou por uma alteração considerável no seu uso e cobertura da terra, com a diminuição de cerca de 9,29% áreas de vegetação nativa e aumento em cerca de 8,33% da área de agricultura. Também ocorreu um aumento considerável nas áreas urbanas. No que diz respeito as perdas de solo, para o ano de 1984 foram estimadas perdas de solo médias de 1,01 t.ha-1.ano-1, consideradas como muito baixa, e para o ano de 2019 foram estimadas perdas médias de 8,53 t.ha-1.ano-1, classificadas como baixa. Os fatores que mais influenciaram nas perdas de solo foram o topográfico e o de uso e cobertura da terra, sendo a mineração identificada como o tipo de uso e cobertura com um maior potencial de perdas de solo. Por outro lado, a classe de caatinga apresentou os menores índices de perdas de solo, demonstrando assim a eficiência dessa cobertura vegetal na proteção do solo e a necessidade da sua proteção e revitalização nas áreas de degradação.
Abstract: The present work had the general objective of carrying out an analysis of soil losses in the Seridó Geopark, considering the changes that occurred in its land use and land cover, considering two different periods: 1984 and 2019. For that purpose, two maps of land use and land cover were obtained. One for the year 1984 and the other for the year 2019, from free images from orbital sensors. Soil loss estimates were performed using the Universal Soil Loss Equation (USLE), coupled to the Geographic Information System (GIS), which considered for its modeling, in addition to information on land use and cover, precipitation, soil and topography data, thus allowing the estimation and spatial analysis of the distribution of soil losses in the territory of the Seridó Geopark. In which it was found that the Seridó Geopark underwent a considerable change in its use and land cover, with a decrease of about 9.29% of areas of native vegetation and an increase of about 8.33% of the area of agriculture, also there has been a considerable increase in urban areas. With regard to soil losses, for the year 1984 average soil losses of 1.01 t.ha-1.year-1 were estimated, considered very low, and for the year 2019 average losses of 8,53 t.ha-1.year-1, classified as low. The factors that most influenced soil losses were topography and land use and cover, with mining being identified as the type of use and cover with the greatest potential for soil loss. On the other hand, the native vegetation classes showed the lowest rates of soil loss, thus demonstrating the efficiency of the vegetation cover in protecting the soil and the need for its protection and revitalization in areas of degradation.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/51834
Aparece nas coleções:CERES - TCC - Geografia (bacharelado)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Perdasdesolonogeoparqueserido_Azevedo_2022.pdf1.97 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons