Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/1/186
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorNóbrega, Lucia H. C.-
dc.contributor.authorAzevedo, George Dantaspt_BR
dc.contributor.authorLima, Josivan Gomespt_BR
dc.contributor.authorFerriani, Rui Albertopt_BR
dc.contributor.authorSá, Marcos F. Spt_BR
dc.contributor.authorMaranhão, Técia Maria Oliveirapt_BR
dc.contributor.authorSpritzer, Poli Marapt_BR
dc.date.accessioned2010-08-26T14:44:16Z-
dc.date.available2010-08-26T14:44:16Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.citationNÓBREGA, Lucia Helena et al ... Analysis of testosterone pulsatility in women with ovulatory menstrual cycles. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia (Impresso) , v. 53, p. 1040-1046, 2009.-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/1/186-
dc.description.abstractObjetivo: Avaliar o padrão pulsátil da secreção da testosterona em mulheres normais. Métodos: Oito mulheres saudáveis com ciclos ovulatórios foram selecionadas. Amostras sanguíneas foram coletadas a cada dez minutos durante seis horas, começando entre 7 e 8 h da manhã, após dez horas de jejum, nas três fases do ciclo menstrual: folicular média (Dia 7), folicular tardia (Dia 12) e lútea (Dia 21). Foram mensurados: testosterona, LH e, no basal, também SHBG. Resultados: A frequência dos pulsos de testosterona, média da amplitude do pulso, porcentagem do incremento da amplitude, duração e intervalos dos pulsos foram similares nas três fases (p > 0,05). A pulsatilidade do LH foi estatisticamente diferente entre as três fases (p < 0,001), caracterizando padrão característico do ciclo ovulatório normal. Conclusões: Esses dados aumentam o conhecimento sobre o padrão de secreção da testosterona no ciclo menstrual humano e representam uma contribuição para a investigação clínica, tanto no hiperandrogenismo como na síndrome de insuficiência androgênica __________________________________________________ ABSTRACT Objective: To evaluate the pattern of the pulsatile secretion of testosterone in normal menstrual cycle. Methods: Eight healthy women with ovulatory menstrual cycles were enrolled. Blood samples were collected at ten-minute intervals for six hours, starting between 7 and 8 am, after a ten-hour fasting, in three phases: mid-follicular (Day 7), late follicular (Day 12) and mid-luteal phase (Day 21). Samples were assayed for testosterone, LH and the baseline also for SHBG. Results: Testosterone pulse frequency, mean amplitude pulse, percentage of increment in pulse amplitude, mean duration of pulses and pulse interval were similar in the three phases. LH pulsatility was statistically different among the three phases (p < 0.001) representing normal ovulatory cycles. Conclusions: These data increase the knowledge about the testosterone secretion profile in the human menstrual cycle and can be used as a contribution to clinical investigation in both hyperandrogenism and androgen insufficiency syndromept_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectTestosteronept_BR
dc.subjectPulsept_BR
dc.subjectMenstrual cyclept_BR
dc.subjectTestosteronapt_BR
dc.subjectPulsatilidadept_BR
dc.subjectCiclo menstrualpt_BR
dc.titleAnalysis of testosterone pulsatility in women with ovulatory menstrual cyclespt_BR
dc.title.alternativeAnálise da pulsatilidade da testosterona em mulheres com ciclos menstruais ovulatóriospt_BR
dc.typearticlept_BR
Aparece nas coleções:CCS - DTG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009Art_TeciaMOM_Analysis.pdf652,46 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.