Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13098
Título: Proteínas SAG1, SAG2, SAG3 de toxoplasma gondii como perspectivas para o desenvolvimento de protótipo vacinal contra a toxoplasmose
Autor(es): Moura, Andrew Douglas
Palavras-chave: Toxoplasmose. Vacinas. SAGs. Adenovírus;Toxoplasmosis. Vaccine, SAGs. Adenovirus
Data do documento: 2-Abr-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MOURA, Andrew Douglas. Proteínas SAG1, SAG2, SAG3 de toxoplasma gondii como perspectivas para o desenvolvimento de protótipo vacinal contra a toxoplasmose. 2013. 71 f. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade; Biologia Estrutural e Funcional.) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: Toxoplasmosis is a zoonosis of worldwide distribution caused by the protozoan Toxoplasma gondii, triggering dangerous complications in immunocompromised patients and pregnant women, as well as having great economic impact for the livestock. So far the control of toxoplasmosis is made primarily by chemotherapy. However, most drugs used routinely have some limitations. In order to control this disease, several research groups, including ours, has been working to develop a medical-veterinary vaccine based on parasite antigens, vectors and protocols of immunization. In this study were implemented and standardized methodologies for amplification and cloning of recombinant immunogens in the system for the development of a prototype vaccine, based on the surface antigens of T. gondii and recombinant adenovirus encoding these antigens. Genes encoding BAG1, GRA2 and SAG1 proteins were amplified. We established a strategy for cloning SAG1, SAG2, SAG3 and TgAMA1- genes in recombinant system. The genes encoding SAG1 and SAG2 were cloned and their sequences showed high similarity with sequences from GenBank. The virtual translation of these proteins showed polymorphisms in the amino acid sequence, which can be correlated with levels of antigenicity. Simultaneously, the adenovirus encoding the SAGs (HAdSAGs) were expanded, purificated and characterizated. Immunization of C57bl/6 mice, using viral supernatant was not enought to elicit immune responses at high levels, being required HAdSAGs titration for future immunizations. Therefore, this study allowed the cloning of the two genes important for the development of a prototype vaccine. Besides, implementations methodologies that permit advancements in the development of a vaccine against toxoplasmosis using adenovirus to express proteins of the parasite
metadata.dc.description.resumo: A toxoplasmose é uma zoonose de distribuição mundial causada pelo protozoário Toxoplasma gondi podendo desencadear graves complicações em pacientes imunossuprimidos e gestantes; bem como acarretando grande impacto econômico para a pecuária. Até o momento o controle da toxoplasmose é feito basicamente pela quimioterapia. Contudo, a maioria das drogas utilizadas na rotina apresentam alguma limitação. No intuito do controle dessa parasitose, diversos grupos de pesquisas, inclusive o nosso, vêm trabalhando para o desenvolvimento de uma vacina médico-veterinária com base em antígenos do parasito, vetores e protocolos para imunização. Nesse estudo foram implantadas e padronizadas metodologias para amplificação e clonagem de imunógenos em sistema recombinante visando o desenvolvimento de um protótipo vacinal, tendo como base os antígenos de superfície de T. gondii e adenovírus recombinante codificando esses antígenos. Os genes que codificam as proteínas BAG1, GRA2 e SAG1 foram amplificados. Foi estabelecida uma estratégia de clonagem dos genes SAG1, SAG2, SAG3 e TgAMA-1 em sistema recombinante. Os genes que codificam SAG1 e SAG2 foram clonados e suas sequências apresentaram grande similaridade com sequências depositadas no GenBank. A tradução virtual dessas proteínas apresentou polimorfismos no nível de aminoácidos, que poderão ser correlacionadas com níveis de antigenicidade. Paralelamente, foi realizada a expansão, purificação e caracterização dos adenovírus que codificam as SAGs (HAdSAGs). A imunização de camundongos C57BL/6, utilizando o sobrenadante viral, não foi suficiente para desencadear respostas imunológicas em altos níveis, sendo necessária a titulação dos HAdSAGs para futuras imunizações. Portanto, esse estudo permitiu a clonagem de dois genes importantes para o desenvolvimento de um protótipo vacinal, além de implementações de metodologias que permitirão avanços para o desenvolvimento de uma vacina contra a toxoplasmose usando adenovírus que expressem proteínas do parasito
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13098
Aparece nas coleções:PPGCB - Mestrado em Ciências Biológicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AndrewDMoura_DISSERT.pdf2,12 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.