Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13457
Título: Emprego da citometria de fluxo na avaliação do perfil imunofenotípico de pacientes com leucemia linfocítica crônica
Autor(es): Lopes, Maria Cleide de Araujo
Palavras-chave: Leucemia linfócítica crônica;Imunofenotipagem;Citometria de fluxo;Chronic lymphocytic leukemia;Flow cytometry;Immunophenotyping
Data do documento: 24-Fev-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LOPES, Maria Cleide de Araujo. Emprego da citometria de fluxo na avaliação do perfil imunofenotípico de pacientes com leucemia linfocítica crônica. 2010. 91 f. Dissertação (Mestrado em Bioanálises e Medicamentos) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: Chronic lymphocytic leukemia (B-CLL) is a clonal proliferation of mature B lymphocytes characterized by indolent clinical course. Biologically this clonallity is characterized by low expression of surface immunoglobulin (sIg) with restriction to a single immunoglobulin light chain associated with high expression of CD5 antigen and positivity to B cell antigens lymphocytes such as CD19, CD20 and CD23 and negativity to FMC7. The immunological profile and morphological analysis of lymphoid cells are the main means for the differential diagnosis of B-CLL from other chronic lymphoproliferative diseases. The aim of this study was to evaluate the expression pattern of a variety of membrane antigens in leukemic cells originating from patients with B-CLL. In this study, peripheral blood samples from 80 patients with B-CLL were analyzed by multiparametric flow cytometry in addition to routine hematologic exams, using a panel of monoclonal antibodies (MoAb): CD45/CD14, CD3/CD19/CD45, CD4/CD8 / CD3, CD20/CD5/CD3, CD3/CD16-56/CD45, CD2/CD7, FMC7/CD23, CD103/CD22/CD20, HLADR/CD38, CD10/CD19, CD1a, CD11b and also IgM/gD, kappa and lambda immunoglobulin light chains for the detection of surface immunoglobulin and clonal restriction for immunoglobulin light chain. The Hematological data were obtained from the hematological analyzer and cytomorphological analysis in blood film stained by Leishmann. The study samples consisted of 45 men and 35 women, ages ranging from 55 to 84 years (mean 65 years). Complete white blood count showed count ranging from 10.0 to 42.0 x 109/l. (mean 50.0 x 109/l) and lymphocytes count greater than 5.0 x 109/l in all cases. The neoplastic cells displayed B-CLL phenotype (CD5+/CD19+/CD20+/HLADR+/CD23+) in the vast majority of the cases, associated to failed to stain for T cell markers (CD1a, CD2, CD4, CD3, CD7, CD8), CD103, CD14 and FMC7. Leukemic cells of most patients also expressed low intensity of IgM and IgD with restricted kappa light chain, in most cases (59,7%). This observation highlights the importance of immunophenotyping for correct diagnosis of chronic lymphoproliferative syndromes and the panel of MoAb used was sufficient for diagnostic confirmation of B-CLL
metadata.dc.description.resumo: A leucemia linfocítica crônica (LLC-B) é uma proliferação clonal de linfócitos B maduros caracterizada por curso clínico indolente. Biologicamente esta clonalidade é caracterizada pela baixa expressão de imunoglobulina de superfície (sIg) com restrição a uma única cadeia leve de imunoglobulina, associada a alta expressão do antígeno CD5 e positividade a antígenos relacionados a linfócitos B tais como: CD19, CD20 e CD23 e negatividade ao FMC7. O perfil imunológico e a análise morfológica das células linfóides são os principais meios para o diagnóstico diferencial LLC-B de outras doenças linfoproliferativas crônicas. O objetivo deste estudo foi avaliar o padrão de expressão de uma variedade de antígenos de membrana em células leucêmicas procedentes de pacientes com LLC-B. No presente estudo, amostras de sangue periférico de 80 pacientes com LLC-B foram analisados por citometria de fluxo multiparamétrica juntamente com análises hematológicas de rotina, com um painel de anticorpos monoclonais (AcMo): CD45/CD14, CD3/CD19/CD45, CD4/CD8/CD3, CD20/CD5/CD3, CD3/CD16-56/CD45, CD2/CD7, FMC7/CD23, CD103/CD22/CD20, HLADR/CD38, CD10/CD19, CD1a, CD11b além de IgM/gD, e cadeias leves das imunoglobulinas kappa e lambda visando a detecção sIg e do perfil de restrição clonal das cadeia leves das imunoglobulinas. Os dados hematológicos foram obtidos a partir do analisador hematológico e as análises citomorfologicas em distensão sanguínea coradas pelo Leishmann. As amostras deste estudo foram procedentes de 45 homens e 35 mulheres, com idade variando entre 55 e 84 anos (média de 65 anos). O hemograma revelou contagem total de células branca variando de 10,0-42,0 x 109/l. (média de 50,0 x 109/l) e contagem de linfócitos superior a 5,0 x 109/l em todos os casos. As células neoplásicas demonstraram um fenótipo característico para LLC-B (CD5+/CD19+/CD20+/HLADR+/CD23+) na maioria dos casos, associados à ausência de expressão para marcadores de células T (CD1a, CD2, CD4, CD3, CD7, CD8), CD103, CD14 e FMC7. As células leucêmicas da maioria dos pacientes expressaram também IgM e IgD de baixa intensidade com predomínio da restrição da cadeia leve kappa, na maioria dos casos (59,7%). A presente observação destaca a importância da imunofenotipagem para o correto diagnóstico das síndromes linfoproliferativas crônicas e sendo o painel de AcMo utilizado capaz de estabelecer a confirmação diagnóstica da B-CLL
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13457
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Farmacêuticas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaCAL_DISSERT.pdf1,54 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.