Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13514
Título: Testes bioquímicos para avaliação do vigor em sementes de Mimosa caesalpiniaefolia Benth
Autor(es): Avelino, Mirella Carvalho Souza
Palavras-chave: Sementes florestais. Sabiá. Germinação. Condutividade elétrica. Lixiviação de potássio. Qualidade fisiológica;Forest Seed. Sabiá species. Germination. Electric conductivity. Potassium leaching. Physiological quality
Data do documento: 21-Mar-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: AVELINO, Mirella Carvalho Souza. Testes bioquímicos para avaliação do vigor em sementes de Mimosa caesalpiniaefolia Benth. 2014. 66 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais; Manejo e Utilização dos Recursos Florestais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: Mimosa caesalpiniaefolia Benth. is a forest species of the Mimosaceae family, recommended for recovery of degraded areas. The evaluation of vigor by biochemical tests have been an important tool in the control of seed quality programs, and the electrical conductivity and potassium leaching the most efficient in the verifying the physiological potential. The objective, therefore, to adjust the methodology of the electrical conductivity test for seeds of M. caesalpiniaefolia, for then compare the efficiency of this test with the potassium in the evaluation of seed vigor of different lots of seeds M. caesalpiniaefolia. To test the adequacy of the electrical conductivity were used different combinations of temperatures , 25 °C and 30 ºC, number of seeds , 25 and 50, periods of imbibition , 4 , 8 , 12 , 16 and 24 hours , and volumes deionized water, 50 mL and 75mL. For potassium leaching test, which was conducted from the results achieved by the methodology of the adequacy of the electrical conductivity test, to compare the efficiency of both tests , in the classification of seeds at different levels of vigor, and the period 4 hours also evaluated because the potassium leaching test can be more efficient in the shortest time . The best combination obtained in experiment of electrical conductivity is 25 seeds soaked in 50 mL deionized or distilled water for 8 hours at a temperature of 30 ° C. Data were subjected to analysis of variance, the means were compared with each other by F tests and Tukey at 5 % probability, and when necessary polynomial regression analysis was performed. The electrical conductivity test performed at period eight hour proved to be more efficient in the separation of seed lots M. caesalpiniaefolia at different levels of vigor compared to the potassium test
metadata.dc.description.resumo: Mimosa caesalpiniaefolia Benth. é uma espécie florestal pertencente à família Mimosaceae, recomendada para recomposição de áreas degradadas. A avaliação do vigor por meio de testes bioquímicos tem sido importante ferramenta dentro de programas de controle de qualidade de sementes, sendo os testes de condutividade elétrica e lixiviação de potássio um dos mais utilizados na verificação do potencial fisiológico. Objetivou-se, portanto, adequar a metodologia do teste de condutividade elétrica para sementes de M. caesalpiniaefolia, para então comparar a eficiência deste teste com o de lixiviação de potássio na avaliação de vigor das sementes dos diferentes lotes de M. caesalpiniaefolia. Para o teste de adequação da condutividade elétrica foram utilizadas diferentes combinações de temperaturas, 25 e 30 ºC, de número de sementes, 25 e 50, de períodos de tempo de embebição, 4, 8, 12, 16 e 24 horas, e de volumes de água deionizada, 50 e 75 mL. Para o teste de lixiviação de potássio, que foi realizado a partir dos resultados alcançados pela metodologia da adequação do teste de condutividade elétrica, pôde-se comparar a eficiência de ambos os testes, na classificação dos lotes das sementes em diferentes níveis de vigor, sendo o período de 4 horas também avaliado devido o teste de lixiviação de potássio poder ser mais eficiente em menor espaço de tempo. A melhor combinação obtida no experimento de adequação da condutividade elétrica é a combinação de 25 sementes embebidas em 50 mL de água deionizada durante 8 horas a uma temperatura de 30 °C. Os dados foram submetidos à análise de variância, as médias comparadas entre si pelos testes F e de Tukey a 5% de probabilidade, e quando necessário foi realizada análise de regressão polinomial. O teste de condutividade elétrica realizado no período de oito horas mostra ser mais eficiente na separação de lotes de sementes de M. caesalpiniaefolia em diferentes níveis de vigor comparativamente ao teste de lixiviação de potássio
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13514
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Florestais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MirellaCSA_DISSERT.pdf633,72 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.