Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/13931
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorAraujo Neto, Henrique Batista dept_BR
dc.date.accessioned2014-12-17T14:27:18Z-
dc.date.available2012-11-19pt_BR
dc.date.available2014-12-17T14:27:18Z-
dc.date.issued2012-02-23pt_BR
dc.identifier.citationARAUJO NETO, Henrique Batista de. A envergadura constitucional da posse qualificada na desapropriação privada. 2012. 109 f. Dissertação (Mestrado em Constituição e Garantias de Direitos) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13931-
dc.description.abstractThe constitutionalisation of private relations is the central theme of this work. Approached him overcome the dichotomy between public and private, through functionalization to the constitutionalization of civil law. Research on the effectiveness of horizontal rights. Constitutional under the lens, we analyzed the tense relationship between possession and ownership desfuncionalizada functionalized. We realize that having qualified and gained autonomy, and mechanism of access to goods, in view of the status sheet minimum, and of accomplishment, materializing human dignity. Then, we investigated the expropriation of private ownership qualified as legislative intervention that ensures the enforcement of fundamental rights through the state-court. We face the legal, the constitutionality and the burden of this institute. Also operability that it gives the judge, the process of exercise, the object, issues related to the burden and assessment of damages, as well as the nature, timing and costs of transferring property. At the end, we point to the scarcity palace, as well as the need to repair lege ferenda. The methodological approach has been championed by legal dogmatics in its analytical aspect, as we explore concepts and correlate with our planning. In empirical connotation, we evaluated the normativity and applicability of our law courts. For the ultimate in normative vision, answers to the problems faced and perform the necessary propositions, based on the results from the conceptual and empirical analysiseng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectConstitucionalização do Direito Civilpor
dc.subjectPosse qualificadapor
dc.subjectDesapropriação privadapor
dc.subjectConstitutionalization of the Civil Laweng
dc.subjectPossession qualifiedeng
dc.subjectExpropriation privateeng
dc.titleA envergadura constitucional da posse qualificada na desapropriação privadapor
dc.typemasterThesispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFRNpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Direitopor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5635633728853341por
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7731891270111334por
dc.contributor.referees1Cunha, Djason Barbosa dapt_BR
dc.contributor.referees1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8009454386797233por
dc.contributor.referees2Guimarães, Patrícia Borba Vilarpt_BR
dc.contributor.referees2Latteshttp://lattes.cnpq.br/3134219236556237por
dc.description.resumoA constitucionalização das relações privadas é a temática central do presente trabalho. Nele abordamos a superação da dicotomia entre o público e o privado, passando pela funcionalização até a constitucionalização do Direito Civil. Verticalizamos a investigação em relação à eficácia horizontal dos direitos fundamentais. Sob a lente constitucional, analisamos a tensa relação entre a posse funcionalizada e a propriedade desfuncionalizada. Percebemos que a posse se qualificou e ganhou autonomia, sendo mecanismo de acesso aos bens, na perspectiva do estatuto patrimonial mínimo, e de realização do ser, materializando a dignidade humana. Em seguida, investigamos a desapropriação privada por posse qualificada como intervenção legislativa que garante a efetivação dos direitos fundamentais por meio do Estado-juiz. Enfrentamos a natureza jurídica, a constitucionalidade e a onerosidade desse instituto. Perquirimos, ainda, a operabilidade que o mesmo confere ao juiz, as vias de exercício, o objeto, questões relacionadas ao ônus e à aferição da indenização, assim como, a natureza, momento e custos da transferência imobiliária. Ao fim, pontuamos a escassez pretoriana, bem como, a necessidade de reparo de lege ferenda. A abordagem metodológica foi capitaneada pela dogmática jurídica, em seu aspecto analítico, visto que exploramos conceitos e correlacionamos com o nosso ordenamento. Em conotação empírica, avaliamos a normatividade e aplicabilidade do nosso direito pelos tribunais. Por derradeiro, em visão normativa, fornecemos respostas aos problemas enfrentados e realizamos as devidas proposições, a partir dos resultados provenientes da análise conceitual e empíricapor
dc.publisher.departmentConstituição e Garantias de Direitospor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITOpor
Appears in Collections:PPGDIR - Mestrado em Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EnvergaduraConstitucionalPosse_AraujoNeto_2012.pdf558.54 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.