Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14054
Título: Ecologia trófica de anfíbios anuros: relações filogenéticas em diferentes escalas
Autor(es): Amado, Talita Ferreira
Palavras-chave: Deep history. Dieta. Filogenia. Anfíbios. MANOVA. Regressão filogenética. Distribuição geográfica;Deep history. Diet. Phylogeny. Amphibians. Nonparametric MANOVA. Phylogenetic regression. Geographic distribution
Data do documento: 17-Abr-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: AMADO, Talita Ferreira. Ecologia trófica de anfíbios anuros: relações filogenéticas em diferentes escalas. 2014. 84 f. Dissertação (Mestrado em Bioecologia Aquática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: Understand the origin, maintenance and the mechanisms that operate in the current biodiversity is the major goal of ecology. Species ecology can be influenced by different factors at different scales. There are three approaches about the ecological differences between species: the first brings that differences result from current processes on niche characteristics (e.g. diet, time, space); the second that species differences are explained by random patterns of speciation, extinction and dispersion, the third that historical events explain the formation and composition of species in communities. This study aims to evaluate the influence of phylogenetic relationships in determining ecological characteristics in amphibians (globally) and test with that, if ecological differences between species of frogs are the result of ancient pre-existing differences or as result of current interactions. Another objective of this study is to verify if ecological, historical or current characteristics determine the size of species geographical distribution. The diet data for analysis of trophic ecology were collected from published literature. We performed a non-parametric MANOVA to test the existence of phylogenetic effects in diet shifts on frogs history. Thus, it is expected to know the main factors that allow the coexistence of anuran species. We performed a phylogenetic regression to analyze if niche breadth, body size and evolutionary age variables determine the size of the geographical distribution of amphibians in the Amazon. In the present study, new contributions to knowledge of major ecological patterns of anurans are discussed under a phylogenetic perspective
metadata.dc.description.resumo: Entender a origem, manutenção e os mecanismos que operam na biodiversidade atual são um dos principais objetivos da Ecologia. A ecologia das espécies pode ser influenciada por diferentes fatores em diferentes escalas. Existem três abordagens a cerca das diferenças ecológicas entre as espécies: a primeira traz essas diferenças resultam de processos atuais atuando sobre as características do nicho (dieta, tempo, espaço, etc); a segunda que divergências no nicho das espécies são explicadas por padrões randômicos de especiação, dispersão e extinção; a terceira que eventos históricos explicam a formação e a composição das espécies nas comunidades. Este estudo tem como objetivo avaliar a influência das relações filogenéticas na determinação de características ecológicas em anfíbios (globalmente) e testar, com isso, se as diferenças ecológicas entre as espécies de anuros são resultado de diferenças antigas pré-existentes ou como o resultado de interações ecológicas mais recentes. Outro objetivo deste estudo é verificar que características ecológicas, históricas ou atuais, determinam e influenciam o tamanho da distribuição geográfica das espécies. Os dados de dieta para a análise da ecologia trófica dos anfíbios foram coletados a partir da literatura já publicada. Realizamos uma MANOVA não paramétrica para testar a existência de efeitos filogenéticos nas principais divergências na dieta dos anuros. Com isso, espera-se conhecer os principais fatores que permitem a coexistência das espécies de anfíbios anuros e quais os principais nós da filogenia de anfíbios responsáveis pelas diferenças observadas atualmente no nicho trófico das espécies. Realizamos uma regressão filogenética para analisar se as variáveis de largura de nicho, tamanho corporal e tempo de divergência determinam o tamanho da distribuição geográfica dos anfíbios anuros da Amazônia. Neste trabalho, novas contribuições ao conhecimento dos padrões ecológicos apresentados pelos anuros são fornecidas e discutidas sob uma perspectiva filogenética
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14054
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TalitaFA_DISSERT.pdf2,09 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.