Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14329
Título: Como vão se formando os professores em física e química: embates entre o ser, o ter e o fazer na formação de licenciandos da UFRN sob a perspectiva da teoria das representações sociais
Autor(es): Braz, Márcia Cristina Dantas Leite
Palavras-chave: Ensino de física;Ensino de química;Formação de professores;Representações sociais;Chemistry teaching;Physics teaching;Social representations;Teacher formation
Data do documento: 17-Nov-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BRAZ, Márcia Cristina Dantas Leite. Como vão se formando os professores em física e química: embates entre o ser, o ter e o fazer na formação de licenciandos da UFRN sob a perspectiva da teoria das representações sociais. 2009. 251 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: The purpose of this work is to approach and understand the Social Representations (SR) (MOSCOVICI, 2003) about Physics and Chemistry from people who are major in these courses, as well as their Social Representations about teaching . We took as principle that approaching these representations it would be possible to relate their symbolic contents, in order to show how people who are following the first segments of bachelor degree courses in Physics and Chemistry become teachers, taking into account a psychosocial view. Two source of data was used during this research: Free-association Technique FA (ABRIC, 1994); and Multiple Classification Procedure (MCP) (ROAZZI, 1995). The analytical treatment of the collected data from FA was done according to the proposition of Grize, Vergés and Silem (1987 apud ABRIC, 1994, p. 66). MCP data were analyzed through MSA (Multidimensional Scalogram Analysis) and SSA (Singular Spectrum Analysis) methods associated with the Facet Theory (BILSKY, 2003). The discourses of MCP discussing groups at the moment of explanations were studied by Content Analysis as it was proposed by Bardin (1977) and Franco (2005). Indicative of an approach to the relations with knowledge (CHARLOT, 2000), the connections which aroused from the analyses showed that the group of future majors in Physics thought that this scientific field was based on a rationalist conception, influencing the idealization sense of the phenomena to be explained by Physics. Thus, Physics as school content started to require the student of the fundamental and high school to think abstractly as a cognitive skill of learning. The identifying elements observed in the relations between SR about Physics and Teaching aroused from the antagonism between future majors and their teacher, as well as from the speculation between their fundamental and high school students and themselves, mainly when they had to face the act of teaching due to the obstacles imposed by the own educational system, and by the weakness of the initial preparation. The group of future majors in Chemistry, through its discourses, showed these relations when they conceived empiricist Chemistry and said that teaching was the way of transmission of this knowledge, and didactics of Chemistry teaching was the direction to learning through pedagogic methods in order to lead the students to discoveries. The psychosocial contents which were built and showed from the symbolic relations in the studied SR achieved the relation of identity. This relation revealed identifying elements for these people, resulting from the traffic between their condition as students of Chemistry, and as teachers regarding their work, what placed the current relational contents in the teaching space, named as Knowledge changing and Adaptability . In order to study emerging questions in the discussing environment about formation and teaching professionalization, we focused the psychosocial view on this traffic and managed to observe epistemological practical and pedagogic obstacles that limited a configuration of the teaching work as a professional activity, especially from the particular conditions which led the relations of senses to Physics , Chemistry and Teaching ; and Chemistry and Physics as it was seen in this research. Generally speaking, we noted that these obstacles can denounce such obstacles concerning to the pedagogic doings which mainly impair the learning process of fundamental and high school students
metadata.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho foi acessar e compreender as Representações Sociais (RS).(MOSCOVICI, 2003) sobre Física e Química para os grupos de licenciandos destes cursos, como também suas Representações Sociais sobre o Ensinar . Partimos do princípio de que o acesso a tais representações nos daria condições de articular seus conteúdos simbólicos, com o intuito de responder a como os grupos de licenciandos em Física e Química no percurso de formação inicial vão-se tornando professores, sob uma ótica psicossocial. Nesta pesquisa foram usadas duas fontes de dados: a Técnica de Associação Livre AL (ABRIC, 1994); e o Procedimento de Classificação Múltipla (PCM) (ROAZZI, 1995). O tratamento de análise do material coletado na AL foi feita pela proposição de Grize, Vergés e Silem (1987 apud ABRIC, 1994, p. 66). Os dados do PCM foram submetidos a análises multidimensionais MSA e SSA, sendo estas últimas associadas ao uso da Teoria das Facetas (BILSKY, 2003). As manifestações discursivas dos licenciandos produzidas nos momentos das explicações dos agrupamentos dos PCM foram analisadas pela Análise de Conteúdo proposta por Bardin (1977) e Franco (2005). Indicativo de um trabalho de abordagem sobre relações com saberes (CHARLOT, 2000), as articulações que emergem a partir das análises apontam com relação ao grupo de licenciandos em Física, que esta ciência estava calcada na concepção racionalista. Quando transformada em objeto de ensino, a Física Conteúdo Escolar passou a demandar do aluno do ensino fundamental e médio a abstração, como habilidade cognitiva facilitadora da aprendizagem. Os elementos identitários assinalados nas articulações entre as RS de Física e de Ensinar , emergiram da relação antagônica entre os licenciandos e o professor formador, como também da relação especular entre eles mesmos e seus alunos de ensino fundamental e médio, e, sobretudo, quando enfrentam o fazer docente, devido às dificuldades impostas pelo próprio sistema educacional e pela fragilidade do curso de formação inicial. O grupo de licenciandos em Química sinalizou em seus discursos tais articulações, quando conceberam Química ciência empirista e afirmavam ser o Ensinar como transmissão desse conhecimento e a Didática do ensino de Química como direção para a aprendizagem pela utilização de métodos pedagógicos, no sentido de levar o aluno a descobertas. Os conteúdos psicossociais construídos e manifestos nas relações com as articulações simbólicas das RS estudadas estenderam-se à relação de identidade. Esta relação, para este grupo, apontou elementos identitários resultantes do trânsito entre sua posição de alunos com relação ao saber Química e como professores na relação com o trabalho docente, trazendo os conteúdos relacionais daí decorrentes para o espaço do ensinar, anunciado pela Troca de Conhecimento e Jogo de Cintura . Dando conta de questões emergentes no cenário das discussões sobre formação e profissionalização docente, o olhar psicossocial acerca desse trânsito pôde ensejar obstáculos epistemológicos, práticos e pedagógicos limitadores de uma configuração do trabalho de ensino como atividade profissional, especialmente pelas condições particulares em que foram construídas as articulações dos sentidos para Física e Ensinar ; e Química e Ensinar aqui tratados. Pudemos observar que, em tese, tais obstáculos podem denunciar implicações aos fazeres pedagógicos que dificultam principalmente o processo de aprendizagem dos alunos do ensino fundamental e médio
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14329
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarciaCDLB.pdf1,4 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.