Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14908
Título: Ergonomia e Odontologia: determinantes da postura corporal dos estudantes da clínica-escola de uma Universidade Federal
Autor(es): Martins, Maria do Socorro Amorim
Palavras-chave: Contrantes posturais;Doenças ocupacionais;Distúrbios osteomusculares;Odontologia;Ergonomia;Clínica-escola;Postural disfigurements;Occupational diseases;Osteomuscle disorders;Dentistry;Ergonomics;School-clinic
Data do documento: 9-Out-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MARTINS, Maria do Socorro Amorim. Ergonomia e Odontologia: determinantes da postura corporal dos estudantes da clínica-escola de uma Universidade Federal. 2008. 148 f. Dissertação (Mestrado em Estratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: Posture is one of the most worrying problems dentists face. That is because of the high incidence of low back pathologies regarding the professional activity, despite the development on the field of Dental Ergonomics. This work took place at the dental schoolclinic at a Federal University, and it was grounded on the Ergonomic Principles in the workplace. Its main objective was to analyze the determinants of inadequate posture adopted by students inasmuch as the adoption of non ergonomic methods at the school-clinic may influence them to develop inadequate postures in their working environment. The analysis of the activity showed us that it requires some complex procedures in the patient s mouth. Thus, when the students carry out the activity, they start to adopt, although unconsciously, inadequate postures which will make easier the visual accuracy and the access to the operation focus. In case there is no internal (body awareness) or external warning mechanisms (the professor s or the partner s counseling) regarding posture or possible risks which lead them to self-correction, the students become vulnerable to osteomuscle disorders. The time pressure, because the students are expected to perform their task in a predetermined clinical time. The facts related to each patient s variability as well as the stress caused by the expectations to get their work done in time make the students to advance it believing they will waste time if they help their partners or using an indirect view. We could also notice that there was no assistant to perform the job of minor ones, as well as there was no professor who could actually connect the knowledge on Ergonomics to its working practice. The conclusions of this work stand out the need of widen the discussion at the academic environment regarding health professionals in places such as universities. The ergonomic principles in the workplace aim a multidisciplinary analysis based on the experience of students, professors, staff members and janitors that can contribute to some reflection upon the issue and consequently actions which will bring positive changes at the working environment
metadata.dc.description.resumo: A postura corporal de elevado risco biomecânico é um dos mais preocupantes problemas de saúde ocupacional dos profissionais de odontologia. Isso ocorre em função da elevada prevalência de patologias no sistema muscoloesquelético do odontólogo, relacionadas à sua atividade, apesar da crescente produção do conhecimento na área de Ergonomia aplicada à Odontologia. Este estudo de caso, realizado na clínica-escola odontológica de uma Universidade Federal, fundamentado na AET (Análise Ergonô mica do Trabalho), teve como objetivo analisar os determinantes das posturas sofridas pelos alunos, visto que, a não adoção de princípios de ergonomia ao longo dos estágios supervisionados nas clínicas-escola pode influenciar os alunos que tenderiam a reproduzir posturas inadequadas em seus ambientes profissionais. Observou-se, através da análise da atividade, que a natureza desta atividade exige a realização de procedimentos complexos na boca do paciente, em campo de difícil alcance visual e operatório. Sendo assim, os estudantes, ao focarem sua atenção na execução da atividade, se submetem a posturas inadequadas que facilitem a sua acuidade visual e o acesso ao campo operatório. Não havendo nenhum mecanismo sistemático interno (consciência corporal) ou externo de advertência (orientação do professor ou do colega de dupla) quanto à postura e aos riscos decorrentes que pudessem sensibilizá-los e induzi-los à autocorreção, os estudantes tornam-se vulneráveis aos distúrbios osteomusculares. A pressão temporal, pois devem cumprir uma tarefa em tempo-clínico pré-determinado, as intercorrências decorrentes das variabilidades de cada paciente e o stress gerado pela expectativa de concluir a atividade em tempo hábil, os levam a procurar adiantar o trabalho, acreditando que perderão tempo auxiliando o colega ou utilizando visão indireta. Esta regulação contraria os princípios ergonômicos da odontologia que preconiza um trabalho cooperativo a quatro ou a seis mãos. Observou-se também, a ausência de assistentes que pudessem realizar o trabalho de primeiro e segundo auxiliar, assim como de competências essenciais de princípios de ergonomia entre os professores, que pudessem fazê-los relacionar os conhecimentos da disciplina de ergonomia à prática profissional. As conclusões deste trabalho apontam para a necessidade de ampliar as discussões no meio acadêmico acerca dos problemas de saúde nos profissionais de saúde nos espaços onde o conhecimento é construído. Este estudo, por ter preconizado uma análise multidisciplinar baseada no depoimento representativo dos atores sociais envolvidos (alunos, professores, pessoal administrativo, pessoal auxiliar e zeladores), pôde contribuir com a reflexão-ação quando se buscou conhecimentos básicos para possíveis transformações positivas do ambiente de trabalho
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14908
Aparece nas coleções:PPGEP - Mestrado em Engenharia de Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaSAM.pdf2,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.