Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15141
Título: Desenvolvimento de um sistema de automação para uma planta de inertização de resíduos por plasma
Autor(es): Guimarães, Alexandre Magnus Fernandes
Palavras-chave: Automação com CLP;Lógica Fuzzy;tocha à plasma;tratamento de resíduos perigosos;PLC automation;Fuzzy logic;plasma torch;hazardous wastes treatment
Data do documento: 28-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: GUIMARÃES, Alexandre Magnus Fernandes. Desenvolvimento de um sistema de automação para uma planta de inertização de resíduos por plasma. 2009. 201 f. Tese (Doutorado em Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: The traditional processes for treatment of hazardous waste are questionable for it generates other wastes that adversely affect people s health. As an attempt to minimize these problems, it was developed a system for treatment of hazardous waste by thermal plasma, a more appropriate technology since it produces high temperatures, preventing the formation of toxic pollutants to human beings. The present work brings out a solution of automation for this plant. The system has local and remote monitoring resources to ensure the operators security as well as the process itself. A special attention was given to the control of the main reactor temperature of the plant as it is the place where the main processing occurs and because it presents a complex mathematical model. To this, it was employed cascaded controls based on Fuzzy logic. A process computer, with a particular man-machine interface (MMI), provides information and controls of the plant to the operator, including by Internet. A compact PLC module is in charge of the central element of management automation and plant control which receives information from sensors, and sends it to the MMI
metadata.dc.description.resumo: Os processos tradicionais de tratamento de lixos perigosos são questionáveis por gerar outros resíduos que afetam negativamente à saúde das pessoas. Como tentativa de minimização desses problemas foi desenvolvido um sistema de tratamento de resíduos perigosos por plasma térmico, uma tecnologia adequada por produzir altas temperaturas, impedindo a formação de poluentes bastantes tóxicos ao homem. O trabalho aqui exposto traz uma solução de automação para essa planta. O sistema dispõe de recursos de monitoramento e proteções locais e remotos, que garantem a segurança do processo e dos operadores. Para controle de temperatura do reator principal da planta foi dada uma atenção especial por ser o recinto onde ocorre o principal processamento e por apresentar um complexo modelo matemático. Para esse fim, foram empregados controles em cascata baseados em lógica Fuzzy. Um computador de processo, com uma interface homem-máquina (IHM) específica, disponibiliza ao operador informações e controles da planta, inclusive via Internet. O elemento central de gerenciamento da automação e controle da planta fica a cargo de um módulo CLP compacto, que recebe as informações dos sensores, e as envia à IHM
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15141
Aparece nas coleções:PPGEE - Doutorado em Engenharia Elétrica e de Computação

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
AlexandreMFG_TESE.pdf5,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.