Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16203
Título: O discurso de outrem em retextualizações
Autor(es): Rosa, Flávio Cesar Oliveira da
Palavras-chave: Gênero discursivo;Obra literária;Responsabilidade enunciativa;Retextualização;Discourse genre;Literary work;Enunciative responsibility;Retextualization
Data do documento: 18-Mar-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ROSA, Flávio Cesar Oliveira da. O discurso de outrem em retextualizações. 2011. 174 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: This work investigates features that speakers use to introduce different voices during retextualization of a literary work. It presents events revealing different resources used, characterizing the discursive heterogeneity, recognized through various brands such as quotation marks, italics, etc. The material analyzed, ie, the corpus of this research, consists of 65 essays from the reading of a literary work - Jealous of Card, Moacyr Scliar - produced by students of the 8th year of high school while in the classroom. The data revealed that the resource most used by students was the indirect discourse, although there also occurred the use of other resources such as free indirect discourse and modalizations in fewer redactions. Notably, the autonym connotation was noted through the use of quotation marks, and the use of parentheses. The recurrence of the parentheses seem to be justified by the need to make clearer sentences that could raise questions to the reader, since the protocol request retextualization established a thirty lines of text, which would certainly limit the possibilities of expansion of the text
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho investiga recursos que locutores utilizam para introduzir diferentes vozes com que estruturam o discurso em retextualizações de uma obra literária. Nele, são apresentadas ocorrências que revelam diferentes recursos usados, configurando a heterogeneidade discursiva, reconhecíveis através de diversas marcas como as aspas, o itálico, etc. O material de análise, ou seja, o corpus desta pesquisa, é composto por 65 redações elaboradas em sala de aula, a partir da leitura de uma obra literária Ciumento de carteirinha, de Moacyr Scliar produzidas por alunos do 8º ano do ensino médio, constituindo-se, assim, como uma atividade de retextualização. Os dados revelaram que o recurso mais usado pelos alunos foi o discurso indireto, havendo, ainda, o uso de outros recursos como o discurso indireto livre e as modalizações, em número menor de redações. É necessário destacar que a conotação autonímica se revelou através do uso de aspas, além do uso de parênteses. A recorrência aos parênteses parece justificar-se devido à necessidade de esclarecer fragmentos que poderiam suscitar dúvidas ao leitor, visto que o protocolo de solicitação da retextualização estabelecia um texto com trinta linhas, o que certamente limitaria as possibilidades de expansão do texto
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16203
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FlavioCOR_DISSERT.pdf1,48 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.