Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16216
Título: Referenciação anafórica :as anáforas não-correfereciais no livro didático da língua portuguesa
Autor(es): Diógenes, Lidiane de Morais
Palavras-chave: Referenciação;Anáfora;Livro Didático;Referentiation;Anaphor;Textbook
Data do documento: 14-Jul-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: DIÓGENES, Lidiane de Morais. Referenciação anafórica :as anáforas não-correfereciais no livro didático da língua portuguesa. 2006. 101 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: On recent years, it has been observed an increasing interest on referentiation processes, which involves an important field of Text Linguistics and Discourse Analysis studies. The existence of a significant number of international and national publications which focus on this perspective corroborate this finding. Given the textbook importance as a teaching instrument, and the relevance of the referentiation processes to text production and comprehension, we realize that the study of these two topics articulation is taken as a relevant research theme, with consequences to the improvement of Portuguese Language teaching. Taking this into consideration, we intend to analyze the non-coreference anaphors in texts of Portuguese Language textbooks from fifth to eighth grades, adopted in many schools of Pau dos Ferros RN, considering the frequency, genre, kind of anaphor and manifestation form. This study is classified as a documental and qualitative research. We have found out that the indirect anaphor was used in more than a half of the corpus. We have found out, as well, that the literary and press genres do not favor the use of labeling and metadiscursive anaphors. On the other hand, concerning the indirect anaphor, it is clear its abundant use in the literary genre. In what concerns the manifestation forms, we have verified that on labeling and metadiscursive anaphors it is significant the predominance of demonstrative pronouns working as determiners. On the indirect anaphor, we have verified that most of the occurrences do not present a determiner, and for the ones which present it, the majority occurs under the form of definite and indefinite articles. We believe that this work can contribute to the activities which involve questions related to text production and comprehension, since the referentiation processes are intimately related to them
metadata.dc.description.resumo: Nos últimos anos, tem sido crescente o interesse pelos processos de referenciação, o que envolve um campo importante de estudos da Lingüística Textual e da Análise do Discurso. A existência de um número significativo de publicações, internacionais e nacionais, que aprofundam essa perspectiva, comprovam essa constatação. Dada a importância do livro didático, enquanto instrumento do professor em sala de aula, e a relevância dos processos de referenciação para a produção e compreensão de textos, entendemos que o estudo da articulação desses dois tópicos configura-se como um tema de pesquisa relevante, com conseqüências para a melhoria do ensino de Língua Portuguesa. Assim, pretendemos analisar as anáforas não-correferenciais em textos de um livro didático de Língua Portuguesa, da 5ª à 8ª séries, adotado em diversas escolas de Pau dos Ferros RN, considerando a freqüência, o gênero textual no qual se inserem, o tipo de anáfora e a forma de manifestação. Nosso trabalho configura-se em uma pesquisa documental, de cunho qualitativo. Concluímos que a anáfora indireta foi utilizada em mais da metade de todo o corpus da pesquisa. Vimos, ainda, que os gêneros literário e de imprensa não favorecem o emprego das anáforas rotuladora e metadiscursiva, por outro lado, quanto à anáfora indireta, podemos observar de maneira clara que esse tipo de anáfora é mais utilizado no gênero literário. No que diz respeito à forma de manifestação, constamos que, nas anáforas rotuladora e metadicursiva, é significativa a predominância de pronomes demonstrativos funcionando enquanto determinantes. Na anáfora indireta, verificamos que a maioria das ocorrências não apresenta determinante e que, para as anáforas que apresentam determinante, a maioria aparece sob a forma de artigos definidos e indefinidos. Acreditamos que esse trabalho possa contribuir para as atividades que envolvem questões relacionadas à produção e compreensão de textos, uma vez que os processos de referenciação estão intimamente relacionados a essas atividades
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16216
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LidianeMD.pdf332,64 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.