Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16355
Título: Narrativas humorísticas: esquemas e frames na compreensão do risível
Autor(es): Cardoso, Caetana Araujo
Palavras-chave: Compreensão do risível. Esquemas. Frames. Narrativas humorísticas. Linguística Cognitiva;Understanding of the laughable. Schema. Frames. Humorous narratives. Cognitive linguistics
Data do documento: 7-Fev-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CARDOSO, Caetana Araujo. Narrativas humorísticas: esquemas e frames na compreensão do risível. 2014. 110 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
metadata.dc.description.resumo: A Linguística Cognitiva tem como um de seus principais objetivos descrever e analisar os processos de construção de sentido. Para isso, suas pesquisas pressupõem a existência de estruturas cognitivas oriundas das experiências sensório-motoras e socioculturais dos usuários da língua, as quais são acessadas pelo sujeito durante a compreensão textual. Fundamentada teoricamente nesta abordagem cognitiva da linguagem, esta dissertação tem como objetivo nuclear descrever e analisar como os domínios cognitivos - representados pelos esquemas e frames - permitem ao leitor depreender o risível em textos humorísticos. Entende-se por esquemas os domínios das informações construídas e armazenadas na mente do sujeito, oriundas de sua experiência corporal, como ao movimentar-se ou manipular objetos. Os frames, por sua vez, são os constructos que emergem a partir da interação, estabelecida de forma dinâmica e consensual, entre os sujeitos em contextos socioculturais específicos. Percorremos este caminho não somente por acreditarmos que o efeito de humor decorrente de um texto está subordinado à ativação e ao acionamento dos esquemas e frames armazenados na mente no leitor, como ainda por crermos na existência de vários níveis de compreensão, o que explica a recuperação de trechos humorísticos em um texto. Para confirmar a nossa hipótese, utilizamo-nos da aplicação de um experimento (uma atividade, com textos humorísticos, para alunos dos ensinos Fundamental e Médio registrarem sua compreensão). Para a análise dos resultados dessa atividade, apropriamo-nos, metodologicamente, do processo da introspecção (entendida como a intuição do pesquisador e a responsável pela produção de ideias e raciocínios ao manipular os dados). Durante a observação minuciosa do nosso experimento, chegamos à conclusão de que o humor é apreendido intelectualmente quando os esquemas e frames são confrontados
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16355
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CaetanaAC_DISSERT.pdf1,26 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.