Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16664
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBrasileiro, Jamilson Simõespt_BR
dc.contributor.authorNoronha Neta, Maria Isabel dept_BR
dc.date.accessioned2014-12-17T15:16:03Z-
dc.date.available2009-07-07pt_BR
dc.date.available2014-12-17T15:16:03Z-
dc.date.issued2009-03-18pt_BR
dc.identifier.citationNORONHA NETA, Maria Isabel de. Correlação entre torque, equlíbrio e função do joelho após reconstrução do LCA. 2009. 93 f. Dissertação (Mestrado em Movimento e Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16664-
dc.description.abstractBackground: Several studies emphasize the importance of assessing the knee function after anterior cruciate ligament (ACL) reconstruction. The influence of several variables on the function of these patients has been analyzed, but there is no consensus in the science literature. Purpose: To evaluate the correlation between the torque and balance on the knee function after ACL reconstruction. Methods: 23 males patients with ACL reconstruction were tested. The procedures of the study included analysis of concentric peak torque at 60o/s and 180o/s of quadriceps femoris and hamstring muscle with a isokinetic dynamometer. The balance in single-limb stance was measured with stabilometry. The functional performance were performed by two hop tests. To estimate the subjective function of the patients was applied Lysholm Knee Scoring Scale and a Global Rating scale. Results: The analysis of data showed a moderate positive correlation between knee extensor torque and functional performance tests (r= 0,48; p=0,02). A moderate negative correlation was found between the two variables of the stabilometry center of pressure and average speed of centre of pressure and the Global Rating scale (r = -0.4, p = 0,04 and r = -0,49, p = 0 ,02, respectively). No correlation was found between peak torque and balance in single-limb stance. Conclusion: The results of the present study suggest that knee extensor strength and postural balance have some influence on knee function in patients after ACL reconstructioneng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectLesão no joelhopor
dc.subjectTorquepor
dc.subjectDinamômetro de força muscularpor
dc.subjectKnee injurieseng
dc.subjectTorqueeng
dc.subjectMuscle strength dynamometereng
dc.titleCorrelação entre torque, equlíbrio e função do joelho após reconstrução do LCApor
dc.typemasterThesispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFRNpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Fisioterapiapor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1808152829261887por
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2238444079880883por
dc.contributor.referees1Maciel, álvaro Campos Cavalcantipt_BR
dc.contributor.referees1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9441132413428495por
dc.contributor.referees2Santos, Heleodório Honorato dospt_BR
dc.contributor.referees2Latteshttp://lattes.cnpq.br/5237910990928802por
dc.description.resumoIntrodução: Diversos estudos ressaltam a importância de avaliar a função do joelho após a reconstrução do Ligamento Cruzado Anterior (LCA). A influência de diversas variáveis sobre a função desses pacientes tem sido analisada, porém ainda não é encontrado um consenso na literatura. Objetivo: avaliar correlação entre o torque e o equilíbrio postural sobre a função do joelho após a reconstrução do LCA. Métodos: Foram avaliados 23 pacientes do sexo masculino. Os procedimentos do estudo incluíram análise do torque concêntrico a 60o/s 180 o/s dos músculos quadríceps e ísquiostibiais no dinamômetro isocinético. O equilíbrio estático em apoio unipodal foi avaliado sobre um baropodômetro computadorizado. A avaliação do desempenho funcional foi feita por dois testes de salto e para estimar a função subjetiva dos pacientes foi aplicado o questionário Lysholm e uma escala de avaliação global. Resultados: A análise dos dados mostrou uma correlação positiva moderada entre o pico de torque extensor e os testes de desempenho funcional (r= 0,48; p= 0,02) e uma correlação negativa moderada entre as variáveis do equilíbrio oscilação do centro de pressão e velocidade média do centro de pressão e a escala de avaliação global (r= - 0,4; p= 0,04 e r= -0,49; p= 0,02, respectivamente). Nenhuma correlação foi encontrada entre pico de torque e equilíbrio em apoio unipodal. Conclusão: Os resultados encontrados no presente estudo sugerem que a força extensora e o equilíbrio postural têm alguma influência na função do joelho de pacientes após reconstrução de LCApor
dc.publisher.departmentMovimento e Saúdepor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONALpor
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MariaINN.pdf1,6 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.