Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16767
Título: Análise citogenética de células-tronco derivadas do subendotélio da veia umbilical humana
Autor(es): Duarte, Denise de Medeiros
Palavras-chave: Célula-tronco;Citogenética;Criopreservação;Titânio;Stem cells;Cytogenetics;Cryopreservation;Titanium
Data do documento: 26-Fev-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: DUARTE, Denise de Medeiros. Análise citogenética de células-tronco derivadas do subendotélio da veia umbilical humana. 2009. 2 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: Mesenchymal stem cells (MSCs) are known as a population of multi-potential cells able to proliferate and differentiate into multiple mesodermal tissues including bone, cartilage, muscle, ligament, tendon, fat and stroma. Several applications of the study of EC can be emphasized the therapeutic techniques such as guided bone regeneration by implantation of EC in the affected site, without the need for bone grafts, using titanium as a vehicle. The process of cryopreservation is essential for the maintenance of cell cultures, since the cell line is frozen, it can be maintained in liquid nitrogen for an indefinite period and then thawed for therapeutic or experimental purposes. The aim of this study was to isolate a population of MSCs derived from the subendothelium of the umbilical vein human (MSCs-SUVH) to assess cytogenetic analysis by the possibility of appearance of chromosomal changes in two different situations: MSCs-SUVH regarding the process of cryopreservation and MSCs-SUVH grown on the surface of titanium. Flow cytometry analysis revealed that, this cell population was positive for the markers CD29, CD73 and CD90, but there was no expression of hematopoietic lineage markers, such as CD14, CD34 and CD45 and demonstrated capacity for osteogenic differentiation. The chromosomes obtained from the primary culture of MSCs-SUVH were analyzed by GTW banding technique, and results are described as guidelines to ISCN 2005. There was not the emergence of clonal chromosomal changes in the MSCs-SUVH in different situations analyzed. However one of the strings presented a balanced paracentric inversion, probably a cytogenetic constitutional alterations, which was present before and after the experimental situations that the MSCs-SUVH was submitted
metadata.dc.description.resumo: Células-tronco mesenquimais (CTMs) são conhecidas como uma população de células capazes de se proliferar e diferenciar em múltiplos tecidos de origem mesodérmico incluindo osso, cartilagem, músculo, ligamento, tendão, gordura e estroma. Das diversas aplicações do estudo das CTMs podem-se ressaltar as técnicas terapêuticas como a regeneração óssea guiada através da implantação de CTMs no local afetado, sem a necessidade de enxertos ósseos, usando o titânio como veículo. O processo de criopreservação é essencial para a manutenção de cultivos celulares, uma vez que a linhagem celular é congelada, a mesma pode ser mantida em nitrogênio líquido por tempo indeterminado e depois descongelado para fins experimentais ou terapêuticos. Deste modo, o objetivo desse trabalho foi isolar uma população de células-tronco mesenquimais derivadas do subendotélio da veia umbilical humana (CTMs-SVUH) para avaliar através da análise citogenética a possibilidade de surgimento de alterações cromossômicas em duas diferentes situações: CTMs-SVUH frente ao processo de criopreservação e CTMs-SVUH cultivadas sobre a superfície de titânio. Análise por citometria de fluxo revelou que, esta população celular foi positiva para os marcadores CD29, CD73 e CD90, mas foram negativas para marcadores de linhagem hematopoiético como, CD14, CD34 e CD45 e demonstraram capacidade de diferenciação osteogênica. Os cromossomos obtidos a partir da cultura primária de CTMs-SVUH foram analisados através da técnica de bandeamento GTW, e os resultados descritos conforme orientações do ISCN 2005. Não houve o aparecimento de alterações cromossômicas clonais nas CTMs-SVUH nas diferentes situações analisadas. Entretanto um dos cordões apresentou uma inversão paracêntrica balanceada, provavelmente uma alteração citogenética constitucional, que esteve presente antes e depois das situações experimentais a que as CTM-SVUH foram submetidas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16767
Aparece nas coleções:PPGGBM - Mestrado em Genética e Biologia Molecular

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DeniseMD.pdf53,56 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.