Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17092
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSeabra, Eduardo Gomespt_BR
dc.contributor.authorMaia, Alexandre Pintopt_BR
dc.date.accessioned2014-12-17T15:31:01Z-
dc.date.available2007-11-12pt_BR
dc.date.available2014-12-17T15:31:01Z-
dc.date.issued2007-02-15pt_BR
dc.identifier.citationMAIA, Alexandre Pinto. Relação entre a doença periodontal e doença cardiovascular: há uma preocupação por parte dos que fazem clínica médica e odontológica na cidade de Natal?. 2007. 78 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17092-
dc.description.abstractThe relationship between periodontal and cardiovascular diseases is a reality in the current days. The knowledge about the role of periodontal disease as a risk factor to cardiovascular disease from dentistry and physicians is very important to try to eliminate this risk factor. The aim of this work was to investigate, using a questionary, if physicians and dentistry are aware about this relationship and if they think that it is important. These forms were distributed in 4 groups: cardiologists (n=90), physicians from other specialist (POS) (n=110), periodontists (n=35) and dentistry from other specialist (DOE) (n=85). We had a loss off 32,4% of the total sample due to a lack of response of some professionals. Our results showed that all cardiologists, all dentists and 68,2% of POE said that they had gotten information about the relationship between periodontal and cardiovascular disease, and just 6 POS don t believe that this relationship can occur. When questioned if, even when a periodontal disease is diagnosed, there is a habit to treat or orient the patient for treatment, 29,5% of cardiologists answered no, 25,5% of POE also answered that they did not orient and only 1 DOE answered that he did not treat nor orient. All periodontists said that treat their patients when periodontal disease was identify. The physicians seem not to find important the relationship that exist between periodontal and cardiovascular diseases and the dentistry have shown a good knowledge about this subject. Maybe, if physicians and dentistry work together, the incidence of cardiovascular disease decreaseseng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDoenças cardiovascularespor
dc.subjectDoenças periodontaispor
dc.subjectQuestionáriopor
dc.subjectCardiovascular diseaseeng
dc.subjectPeriodontal diseaseseng
dc.subjectQuestionaryeng
dc.titleRelação entre a doença periodontal e doença cardiovascular: há uma preocupação por parte dos que fazem clínica médica e odontológica na cidade de Natal?por
dc.typemasterThesispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFRNpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Odontologiapor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1706780299534984por
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6218058757798526por
dc.contributor.referees1Lins, Ruthnéia Diógenes Alves Uchôapt_BR
dc.contributor.referees1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4462076152744400por
dc.contributor.referees2Oliveira, Angelo Giuseppe Roncalli da Costapt_BR
dc.contributor.referees2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4794935P9&dataRevisao=nullpor
dc.description.resumoA possível relação entre a doença periodontal e a cardiovascular é uma realidade nos dias atuais. O conhecimento sobre o papel da doença periodontal como fator de risco para doenças cardiovasculares por cirurgiões-dentistas e médicos é muito importante na tentativa de eliminar esse fator de risco. O objetivo deste trabalho foi de investigar, através de um questionário, se médicos e dentistas têm conhecimento sobre tal relação e se consideram importante. Os questionários foram distribuídos em 4 grupos: cardiologistas (n=90), médicos de outras especialidades (MOE) (n=110), periodontistas (n=35) e cirurgiões-dentistas de outras especialidades (CDOE) (n=85). Tivemos uma perda de 32,4% da amostra total devido a uma não resposta de alguns profissionais. Nossos resultados mostraram que todos os cardiologistas, todos os CDs e 68,2% dos MOE disseram ter obtido informação sobre a relação entre a doença periodontal e cardiovascular, e apenas 6 MOE não acreditam que essa relação possa existir. Quando questionados se, mesmo ao ser diagnosticada a doença periodontal, existia o hábito de tratar ou encaminhar os pacientes para tratamento, 29,5% dos cardiologistas responderam que não, 25,5% dos MOE também disseram não encaminhar e apenas 1 CDOE respondeu não tratar nem encaminhar. Todos os periodontistas disseram tratar os pacientes com doenças periodontais quando identificadas. Os médicos parecem não creditar importância na relação que existe entre a doença periodontal e a cardiovascular e os CDs mostraram um bom conhecimento sobre a relação. Talvez, se médicos e CDs trabalharem juntos, a incidência da doença cardiovascular decresçapor
dc.publisher.departmentOdontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentáriapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA::ODONTOLOGIA SOCIAL E PREVENTIVApor
Appears in Collections:PPGOPS - Mestrado em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AlexandrePM.pdf285,89 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.