Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18315
Título: A representação social de educação tecnológica de docentes da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica: CEFETs do Rio Grande do Norte
Autor(es): Souza, Evaldo Roberto de
Palavras-chave: Educação tecnológica;Educação profissional;Representações sociais;Procedimento de classificações múltiplas;Technological education;Vocational education;Social representations;Procedure for Multiple Classifications
Data do documento: 25-Abr-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUZA, Evaldo Roberto de. A representação social de educação tecnológica de docentes da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica: CEFETs do Rio Grande do Norte. 2011. 156 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: The aim of this study was to investigate the social representation of technological education teachers at the Federal Technological Education Network. The survey was conducted from 2007 to 2010, and the respondents were 275 teachers, 135 of the Federal Center for Technological Education (CEFET in portuguese) in the state of Amazonas, in Manaus unit headquarters; 140 of the CEFET in the state of Rio Grande do Norte, a unit based in Natal. We adopt the concept of technological education as the top level of professional education, that is to say, the undergraduate programs of short duration called technological courses. The Federal Technological Education Network gathers hundreds of related institutions, coordinated and supervised by the Office of Vocational and Technological Education of the Ministry of Education. Although many of these institutions offer courses in technology education, no research addressing this subject from the perspective of Social Representations Theory (SRT) was found in the literature. We seek to unravel the social representation of technological education of the teachers by adopting the procedural approach of SRT. This is a qualitative approach, focusing on significant aspects of the representative activity and the formation mechanisms of the representation. Therefore, we search the socio-genesis of the representation in the articulations between discourses, social institutions and practices. We initiated the research through applying critical reading and an analytical perspective on the historical and regulatory documents of technological education in Brazil, from the early twentieth century to the present day. We adopt the Procedure for Multiple Classifications (PMC) from the Free Words Association Technique (FWAT) to access the elements of representational content. For the analysis of the data obtained with FWAT and selection of major words / phrases pertinent to the semantic field of education technology, we used Hamlet II software. For the data analysis of PMC and Free Classification (FC) we used the SPSS ® (Statistical Package for the Social Sciences) version 17.0 and used the method of multidimensional scaling - Multidimensional scaling - (MDS). The output from the central MDS takes the form of a set of scatterplots - "perceptual maps" - of which the points are the elements of the representational content. For the FC data analysis we used the Scalogram Multidimensional Analysis (SMA) - which makes use of the original data in its raw form and allows categorical data to be interpreted in the map as measures of (di)similarity. In order to help with the understanding of the settings of the perceptual maps of FC, we used the Content Analysis of the discourse fragments of the teachers interviewed. The results confirm our initial hypothesis regarding the presence of a single plot among the socio-cognitive study subjects, which is the basis for a social representation of technological education in line with the historic assumption of the dichotomy between mental and manual labor. In spite of the three merging representational elements of the representational content, the perceptual maps compiled from the MSA statistics corroborates the dichotomy, with the exception of the map relating to the subgroup of teachers belonging to the humanities
metadata.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho foi pesquisar a representação social de educação tecnológica dos docentes da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica (RFEPT). A pesquisa foi desenvolvida de (2007) a (2010), da qual participaram 275 docentes, sendo 135 do Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET) do estado do Amazonas, unidade sede em Manaus e 140 do CEFET do estado do Rio Grande do Norte, unidade sede em Natal. Adotamos a concepção de educação tecnológica como sendo o nível superior da modalidade Educação Profissional, ou seja, os cursos superiores de curta duração denominados tecnológicos ou cursos de Tecnologia. A RFEPT congrega centenas de instituições vinculadas, coordenadas e supervisionadas pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC) do Ministério da Educação (MEC). Apesar de muitas destas instituições ministrarem cursos de educação tecnológica não encontramos nenhuma pesquisa que abordasse tal objeto sob a ótica da Teoria das Representações Sociais (TRS). Buscamos desvendar a representação social de educação tecnológica dos docentes adotando a abordagem processual da TRS. Tal abordagem se caracteriza por um enfoque qualitativo, centrado nos aspectos significantes da atividade representativa e nos mecanismos de formação da representação. Assim, procuramos conhecer a sócio gênese da representação, nas articulações entre discursos, instituições e práticas sociais. Iniciamos a pesquisa através da leitura crítica e de uma perspectiva analítica sobre documentos históricos e normativos da educação profissional e tecnológica brasileira, do início do século XX até os dias atuais. Adotamos o Procedimento de Classificações Múltiplas (PCM) a partir da Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP) para acessar os elementos do conteúdo representacional. Para análise dos dados da TALP e seleção das principais palavras/expressões do campo semântico relativo à educação tecnológica utilizamos o software Hamlet II. Para análise dos dados do PCM, Classificação Livre (CL) fizemos uso do SPSS® (Statistical Package for the Social Sciences) versão 17.0 e utilizamos o método de análise de escalonamento multidimensional - Multidimensional scaling - (MDS). A saída (output) do MDS central toma a forma de um conjunto de gráficos de dispersão - "mapas perceptuais" -, nos quais os pontos são os elementos do conteúdo representacional. Para análise dos dados da classificação livre utilizamos o método escalonar multidimensional - MSA (Multidimensional Scalogram Analysis) - que faz uso dos dados originais em sua forma bruta e possibilita que os dados categóricos sejam interpretados no mapa como medidas de (di)similaridade. Para auxiliar a compreensão das configurações dos mapas perceptuais da CL utilizamos a Análise de Conteúdo dos fragmentos de discurso dos docentes entrevistados. Os resultados encontrados confirmam nossa hipótese inicial quanto à presença de uma mesma trama sócio-cognitiva entre os sujeitos pesquisados, que serve de base a uma representação social de educação tecnológica alinhada ao histórico pressuposto da dicotomia entre trabalho intelectual e trabalho manual. Apesar dos três elementos representacionais aglutinadores dos conteúdos representacionais, os mapas perceptuais elaborados a partir das estatísticas MSA explicitam a citada dicotomia, com exceção para o mapa referente ao subgrupo de docentes com formação na área de ciências humanas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18315
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EvaldoRS_TESE.pdf1,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.