Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20050
Title: A céu aberto: garimpando a memória e a identidade dos mineradores de Brejuí
Authors: Bezerra, Ângela Maria
Keywords: Memória;Identidade;Identidade mineira;Identidade operária;Patrimônio
Issue Date: 2-Jun-2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BEZERRA, Ângela Maria. A céu aberto: garimpando a memória e a identidade dos mineradores de Brejuí. 2014. 40f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: A Mina Brejuí, situada no município de Currais Novos (RN), foi responsável pelo crescimento da economia local entre os anos de 1943 de 1990, atraindo uma mão de obra de mineradores para o núcleo urbano. Após o fim da extração da scheelita, a mina foi transformada em um “Parque Temático”, em 2004. A empresa imprimiu sua marca na cidade com a construção de monumentos que fazem referencia à atividade mineira e ao seu fundador Tomaz Salustino. No entanto, não existem registros escritos sobre os primeiros garimpeiros nem sobre o sistema de exploração do minério em seu início. Convém então coletar as memórias dos mineradores e perguntar se, ao longo das mais de cinco décadas em que durou o auge da mineração, se construiu uma identidade ligada à profissão; em que medida os trabalhadores fazem referencia a esta história como integrantes e quais são os símbolos que estão sendo acionados na elaboração de uma identidade operária. Investigo ainda que memória se constituiu em torno dos pioneiros, em sua maioria agricultores atraídos pelo chamado da bateia. Para isso, recorro aos recursos audiovisuais de arquivo e aos registros orais dos interlocutores que foram filmados para a elaboração do documentário “Lembranças de velhos garimpeiros”. Notamos que, no script da história oficial da Mina Brejuí, a figura do “patrão” se sobrepõe à dos trabalhadores e que as formas de patronagem, oriundas do mundo rural, seguiram pontuando as relações sociais na mina. Hoje, com a retomada da atividade, é possível que renasça o desejo de fortalecimento da classe operária e da identidade mineira no sertão do Seridó.
Abstract: The Brejuí Mine, situated in the municipality of Currais Novos (RN), was responsible for the local economy growth between the years of 1943 and 1990, causing the interest of miner's working class to its urban center. After the end of scheelita extraction, the mine became a "theme park", in 2004. The company left its mark on the city by building several monuments in reference to the mining activity and the company's founder, Tomaz Salustino. However, there are no written records that describe such activities on its early years, nor their pioneers in the mining subject. Therefore, it is important to investigate the miner’s memories and ask if, along the more than five decades that lasted the heyday of mining, an identity linked to the profession was built; the extent to which workers make reference to this history as membersand what are the symbols that are being triggered in the development of a working class identity. Further, I investigate what memory was mad concerning the pioneers, mostly farmers attracted by miner work. To do so, I make use of audiovisual archival resources and oral records of the interlocutors that were filmed in the preparations of the documentary “Lembranças de velhos garimpeiros". We have noticed that, in the script of the official history of the Brejuí Mine, the "boss" figure overlaps the workers and that the forms patronage, originated from the rural world, followed punctuating the social relations in the mine. Today, with the resumption of the mining activity, it is possible that the strengthening of the working class and the Seridó miner identity desire reborn.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20050
Appears in Collections:PPGAS - Mestrado em Antropologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CeuAbertoGarimpando_Bezerra_2014.pdf6,32 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.