Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20071
Título: Efeito agudo do exercício físico associado a praxias ideomotoras sobre as concentrações séricas de cortisol e memória declarativa em indivíduos com idade entre 51 e 74 anos
Título(s) alternativo(s): Acute effect of physical exercise associated praxis ideomotoras on the concentration of serum cortisol declarative and memory in subjects aged 51 and 74 years
Autor(es): Silva, Hudday Mendes da
Palavras-chave: Envelhecimento;Cortisol;Memória
Data do documento: 27-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Hudday Mendes da. Efeito agudo do exercício físico associado a praxias ideomotoras sobre as concentrações séricas de cortisol e memória declarativa em indivíduos com idade entre 51 e 74 anos. 2015. 43f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Introduction: Several modifications are identified as aging, causing more or less limitation imposed by over the years. Among these, one can highlight the different degrees of cognitive decline, particularly memory that can involve the daily activities and the subject functionality. Studies have shown an association between levels of serum cortisol and stress imposed by the exercise on this. However, there are few studies that references the performance on cognitive aspects of declarative memory and cortisol on the exercise in the water with automatic and práxicos movements and moderate. Objective: Check the effect based on the acute physical exercise and práxicos automatic movements on the performance of visual declarative memory and in serum cortisol in subjects aged between 51 and 74 years. Materials and Methods: It builds a survey characterized as cross with a first sample of 32 physically active subjects aged between 51 and 74 years, divided into two exercise groups (March of Automatic Group - MAG and the March of Praxis Group - MPG). We used a probabilistic and random sampling for sample selection. Used the MMSE (Mini Mental State Examination) to check the general cognitive status, visual acuity test - optotypes chart "E" Rasquin and was even used the declarative visual memory test proposed by Nitrini and collaborators (1994), applying before motor stimulation and immediately after, and the day of blood collection with 2 ml for analysis of cortisol hormone. The normality and homogeneity were verified from the Shapiro-Wilk and Levene tests. Thus we adopted a descriptive statistics to characterize the sample. The Split-Plot ANOVA was used along with the paired t-test to verify the identified differences. We adopted a significance level of p <0.05. Results: It was observed that the groups (MAG and MPG) and the anthropometric variables, perceived exertion, education, cognitive assessment and visual acuity showed no significant differences (p > 0.05), showing that the groups are homogeneous, with variables and similar means. After the stimulation session, lasting 30 min, it was observed that the amount of hits for Δ of declarative memory questionnaire visual images increased, presenting significant for both groups (MAG, p < 0.001; MPG, p = 0.042). The same was observed for cortisol concentration with a reduction in the levels immediately after the stimulus (MAG and MPG, p < 0.001). Conclusion: The results showed that the exercises proposed in its acute effect provide significantly memories of gains and also showed a reduction in cortisol levels.
metadata.dc.description.resumo: Introdução: Diversas modificações são apontadas quanto ao envelhecimento, causando maior ou menor limitação imposta pelo decorrer dos anos. Dentre essas, pode-se destacar os diferentes graus de declínio cognitivo, particularmente da memória, podendo comprometer as atividades diárias e na funcionalidade do sujeito. Estudos demonstram associação entre os níveis de concentração sérica de cortisol e o estresse imposto pelo exercício sobre este. Porém, encontram-se escassos trabalhos que referencie o desempenho em aspectos cognitivos de memória declarativa e cortisol sobre o exercício físico na água com movimentos automáticos e práxicos e de intensidade moderada. Objetivo: Verificar o efeito do exercício físico agudo baseado em movimentos automáticos e práxicos sobre o desempenho de memória visual declarativa e nas concentrações séricas de cortisol em sujeitos com idade compreendida entre 51 e 74 anos. Materiais e métodos: Constrói-se uma pesquisa caracterizada como transversal, com uma amostra inicialmente de 32 sujeitos fisicamente ativos com faixa etária compreendidas entre 51 e 74 anos, divididas em dois grupos de exercício (Grupo de Marcha Automática – GMA e o Grupo de Marcha Práxica – GMP). Utilizouse de uma amostragem probabilística e aleatória para seleção da amostra. Utilizou o MEEM (Mini Exame do Estado Mental) para verificar o estado cognitivo geral, o teste de acuidade visual – cartela optótipos “E” de Rasquin e ainda foi utilizado o teste de memória visual declarativa proposto por Nitrini e colaboradores (1994), aplicando-se antes da estimulação motora e imediatamente após, assim como a realização da coleta sanguínea com 2 ml para análise do hormônio de cortisol. A normalidade e homogeneidade foram verificadas a partir dos testes de ShapiroWilk e Levene. Com isso adotou-se uma estatística descritiva para caracterização da amostra. A Split-Plot ANOVA, foi utilizada junto com o teste t pareado para verificar as diferenças apontadas. Adotou-se um nível de significância de p<0,05. Resultados: Observou-se que os grupos (GMA e GMP) quanto as variáveis antropométricas, percepção subjetiva de esforço, escolaridade, avaliação cognitiva e acuidade visual não apresentaram diferenças significativas (p>0,05), mostrando que os grupos encontram-se com variáveis homogenias e com médias viii semelhantes. Após a sessão de estimulação, de duração de 30 min, observou-se que o ∆ para quantidade de acertos das imagens do questionário de memória visual declarativa aumentou, apresentando-se significativo para ambos os grupos (GMA, p<0,001; GMP, p=0,042). O mesmo foi observado para a concentração de cortisol havendo uma redução dos níveis imediatamente após o estímulo (GMA e GMP, p<0,001). Conclusão: Os resultados apontaram que os exercícios propostos em seu efeito agudo proporcionam ganhos de memórias de forma significativa, assim como apresentam uma redução dos níveis de cortisol.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20071
Aparece nas coleções:PPGEF - Mestrado em Educação Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
HuddayMendesDaSilva_DISSERT.pdf1,55 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.