Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22466
Título: Óbito infantil: qualidade das investigações do município de Natal/RN
Autor(es): Medeiros, Rejane Marta de
Palavras-chave: Mortalidade infantil;Sistemas de informação sobre mortalidade;Qualidade da investigação
Data do documento: 5-Ago-2016
Citação: MEDEIROS, Rejane Marta de. Óbito infantil: qualidade das investigações do município de Natal/RN. 2016. 72f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde da Família) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The investigation of infant mortality is an important strategy that allows visibility to the profile of the deaths, and the good quality of the information is necessary to ensure the monitoring of deaths efficiency and support actions to control and prevention of new events. Despite important advances in information systems, in particular Information System Mortality (ISM), some studies point to factors that compromise the quality of information, especially those related to the completeness and consistency. This study aims to analyze the quality of investigations of infant deaths in the city of Natal/RN, in the period between 2010 and 2015. This is an epidemiological cross-sectional study, exploratory and descriptive, which will be held through a quantitative approach. The data of the municipal ISM were used, and included the deaths of children under one year of mothers living in Natal/RN, occurred the years between 2010 and 2015. The completeness and consistency were analyzed from the variables contained in Death Certificate (DC) and Summary Sheet (SS). The results showed that there was a gradual rise in the proportion of investigation of deaths reported over the years of the study, however were observed significant delays to completion. Fulfilment of the variables contained in the DC and SS was considered satisfactory, but some inconsistencies were found in the data showing the need to improve the quality of records in investigations.
metadata.dc.description.resumo: A investigação da Mortalidade Infantil é uma importante estratégia que permite dar visibilidade ao perfil dos óbitos, e a boa qualidade das informações se faz necessária para garantir a eficiência da vigilância dos óbitos e subsidiar ações de controle e prevenção de novos eventos. Apesar de importantes avanços nos Sistemas de Informação, em especial o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), alguns estudos apontam fatores que comprometem a qualidade das informações, sobretudo os relacionados à completude e à consistência. Esse estudo tem o objetivo de analisar a qualidade das investigações dos óbitos infantis do município de Natal/RN, no período de 2010 a 2015. Trata-se de um estudo epidemiológico do tipo transversal, de natureza exploratória e descritiva, que será realizado através de uma abordagem quantitativa. Foram utilizados os dados do SIM municipal, considerando o universo dos óbitos de menores de um ano, de mães residentes em Natal/RN, ocorridos entre os anos de 2010 a 2015. A completude e a consistência foram analisadas a partir das variáveis contidas na Declaração de Óbito (DO) e na Ficha Síntese (FS). Os resultados mostraram que ocorreu uma ascensão gradual na proporção de investigação dos óbitos notificados ao longo dos anos do estudo, no entanto foram observados atrasos significativos para sua conclusão. O preenchimento das variáveis contidas na DO e na FS foi considerado satisfatório, entretanto algumas inconsistências foram encontradas nos dados, mostrando a necessidade de melhorar a qualidade dos registros nas investigações.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22466
Aparece nas coleções:PPGSFN - Mestrado em Saúde da Família no Nordeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RejaneMartaDeMedeiros_DISSERT.pdf6,01 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.