Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22654
Título: O uso de operadores argumentativos em artigos de opinião: uma intervenção com alunos do 9º ano do ensino fundamental
Autor(es): Almeida, Josefa Cleide Araújo de
Palavras-chave: Operadores argumentativos;Artigo de opinião;Sequência didática
Data do documento: 1-Dez-2016
Citação: ALMEIDA, Josefa Cleide Araújo de. O uso de operadores argumentativos em artigos de opinião: uma intervenção com alunos do 9º ano do ensino fundamental. 2016. 145f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras - Profletras/CN) - Centro de Ensino Superior do Seridó, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Written language in the condition of interactive activity requires mobilization of various knowledges, use of linguistic strategies and procedures involved in the construction of the meanings of the text. Thereupon, the study presents a proposal of pedagogical intervention aiming at the improvement of the writing skills of the 9th grade students of a public school in the municipality of Parnamirim/RN. Intending to train these students to better articulate their arguments when producing texts of the genre opinion article, we worked with the argumentative operators, aiming to investigate the use of these linguistic elements in opinion articles produced by such students, in order to identify the argumentative operators used in textual productions, to verify their use and variation in the texts produced and to analyse if these elements articulate the arguments in function of the communicative purpose intended by the student. These are indispensable elements to the good argumentation, since they guide the interlocutor towards a certain conclusion, directing thus to the view held by the subject that speaks. With the aim of understanding and thereby interfere in the use of argumentative operators, in the opinion articles produced by the students, we conducted an action research, of a qualitative nature, applying the teaching sequence procedure proposed by Dolz, Noverraz and Schneuwly (2004). Such methodology allowed us to work with students the use of argumentative operators in real communication situations, as recommended by the National Curricular Parameters for the teaching of Portuguese Language. We chose the production of opinion articles because it is a predominantly argumentative textual genre, so that the students perceived the pertinence of those elements and their effectiveness in speech and thus could use them more properly when defending a certain point of view. For this, we dialogued with theoretical contributions of Textual Linguistics and Argumentative Semantics. We based ourselves in the studies of Koch (2005, 2011, 2013), Marcuschi (2002, 2008), Schneuwly (2004), Schneuwly and Dolz (2004), Bakhtin (2003) as well as Antunes (2005, 2009, 2010, 2014) and Guimarães (1987), among other authors. We noticed, at the end of this action research, that the use of argumentative operators, in the opinion articles produced by our students, began to better serve the communicative purposes, since once employed in a more articulated way, they showed a better appropriation of these linguistic elements and their effective employment, providing the discursive relations, manifested in the textual fabric, a more coherent argument and, therefore, with greater convincing power.
metadata.dc.description.resumo: A linguagem escrita na condição de atividade interativa requer mobilização de vários conhecimentos, uso de estratégias linguísticas e procedimentos implicados na construção dos sentidos do texto. Em vista disso, o presente estudo traz uma proposta de intervenção pedagógica visando ao aprimoramento das competências de escrita dos alunos do 9º ano de uma escola pública do município de Parnamirim/RN. Pretendendo capacitar esses alunos para articular melhor seus argumentos ao produzirem textos do gênero artigo de opinião, trabalhamos com os operadores argumentativos, tendo como objetivo investigar o uso desses elementos linguísticos em artigos de opinião produzidos por tais alunos, de forma a identificar os operadores argumentativos utilizados nas produções textuais, verificar a utilização e a variação deles nos textos produzidos e analisar se estes elementos articulam os argumentos em função do propósito comunicativo pretendido pelo aluno. Estes são elementos indispensáveis à boa argumentação, já que orientam o interlocutor para uma determinada conclusão, direcionando, dessa forma, para o ponto de vista defendido pelo sujeito enunciador. Com o intuito de compreender e, desse modo, interferir no uso dos operadores argumentativos, nos artigos de opinião produzidos pelos alunos, realizamos uma pesquisa-ação, de cunho qualitativo, aplicando o procedimento sequência didática, proposta por Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004). Tal metodologia nos permitiu trabalhar com os alunos o emprego dos operadores argumentativos, em situações reais de comunicação, conforme recomendam os Parâmetros Curriculares Nacionais para o ensino de Língua Portuguesa. Elegemos a produção de artigos de opinião por se tratar de gênero textual predominantemente argumentativo, para que os alunos percebessem a pertinência daqueles elementos e sua eficácia no discurso e, assim, pudessem utilizá-los com maior propriedade ao defenderem um determinado ponto de vista. Para isso, dialogamos com aportes teóricos da Linguística Textual e da Semântica Argumentativa. Fundamentamo-nos em Ducrot (1977, 1987, 1989), nos estudos de Koch (2005, 2011, 2013), Marcuschi (2002, 2008), Schneuwly (2004), Schneuwly e Dolz (2004), Bakhtin (2003), bem como em Antunes (2005, 2009, 2010, 2014) e Guimarães (1987), dentre outros autores. Percebemos, ao final dessa pesquisa-ação, que a utilização dos operadores argumentativos, nos artigos de opinião produzidos por nossos alunos, passou a atender melhor aos propósitos comunicativos, uma vez que, empregados de forma mais articulada, evidenciaram uma melhor apropriação desses elementos linguísticos e o seu efetivo emprego, propiciando às relações discursivas, manifestas na tessitura textual, uma argumentação mais coerente e, portanto, com maior poder de convencimento.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22654
Aparece nas coleções:PROFLETRAS - CN - Mestrado Profissional em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JosefaCleideAraujoDeAlmeida_DISSERT.pdf4,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.