Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24332
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorAlves, Maria da Penha Casado-
dc.contributor.authorSilva, Manuella Queiroz da-
dc.date.accessioned2017-11-20T23:07:16Z-
dc.date.available2017-11-20T23:07:16Z-
dc.date.issued2017-03-29-
dc.identifier.citationSILVA, Manuella Queiroz da. O funk e a leitura dialógica de sujeitos na perspectiva bakhtiniana da linguagem. 2017. 118f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras - Profletras/NAT) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24332-
dc.description.abstractIn the search of the underlying message of the social subject represented on funk music lyriccs and their use as an analytical instrument whthin the academic environment, we have performed this study with students of the 9th Grade of Primary Education. The study takes into consideration the theoretical contribution of Mikhail Bakhtin (2011), and discussions that ensued within the Bakhtin Circle. Starting from a class reading of funk music lyrics, the participants extensively discussed the social subject found in this discursive genre through different teaching prototype activities. Considering that the discursive dialogue is also present in the act of reading, our goal is to understanding the core message embedded within the literomusical funk genre, in an attempt to identify the existing voices, as well as to understand where those voices come from, which values they represent and whether they communicate and relate to the voices of the study participants. Our work is also inspired by the studies conducted by Roxane Rojo (2015) through teaching prototypes recommended by her, and by studies concerning reading in the classroom by Geraldi (1997). As a result, we have established through this study a teaching prototype using the funk music genre as background. The students have written essays about the discursive genre funk in which they have actively positioned themselves about topics present in the lyrics analyzed in classroom. This study seeks to contribute to the formative process of minimally proficient readers, those capable of using language in any communicative format and, ultimately, to transform these readers in critical, responsive, and conscious citizens.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectGênero discursivopt_BR
dc.subjectFunkpt_BR
dc.subjectLeiturapt_BR
dc.subjectDialogicidadept_BR
dc.subjectProtótipo de ensinopt_BR
dc.titleO funk e a leitura dialógica de sujeitos na perspectiva bakhtiniana da linguagempt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM LETRAS – PROFLETRASpt_BR
dc.contributor.referees1Paula, Luciane de-
dc.contributor.referees2Oliveira, Risoleide Rosa Freire de-
dc.description.resumoO presente trabalho, que envolve os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental, propõe uma busca do (re)conhecimento do sujeito social representado nas letras do funk que são utilizadas como instrumentos para a reflexão no ambiente escolar. O estudo em questão tem como aporte teórico Mikhail Bakhtin (2011), juntamente com as discussões que envolvem o conhecido Círculo de Bakhtin. Partindo das leituras feitas e por meio das atividades constantes do protótipo de ensino, a discussão na turma, nas rodas de conversa, aborda o sujeito social encontrado nas letras das músicas do gênero discursivo funk. Entendendo que a dialogicidade discursiva também se perfaz no ato da leitura, este estudo procura compreender o enunciado concreto, permeado pelo gênero discursivo literomusical funk, na tentativa de (re)conhecer as vozes existentes, bem como de onde vêm essas vozes, que valores as representam e se elas se comunicam e se identificam com as vozes dos alunos envolvidos na pesquisa. O trabalho também toma por base as formulações feitas por Rojo (2015) sobre protótipos de ensino, bem como estudos sobre a leitura em sala de aula, segundo Geraldi (1997). O produto dos estudos realizados originou um protótipo de ensino usando o gênero funk. Nesse sentido, os alunos produziram textos que envolvem a reflexão sobre o gênero discursivo funk. Com isso, tomaram posição ativa frente às questões das letras de música trabalhadas em sala de aula. Esta pesquisa procura contribuir para a formação de leitores críticos e responsivos, capazes de usar a linguagem em qualquer situação comunicativa e, antes de tudo, cidadãos conscientes e minimamente proficientes na leitura.pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRASpt_BR
Aparece nas coleções:PROFLETRAS - Natal - Mestrado em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ManuellaQueirozDaSilva_DISSERT.pdf3,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.