Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25901
Title: Papel dos hormônios sexuais femininos sobre o efeito do isolamento social em ratas: um estudo acerca dos perfis neuroendócrinos relacionados às alterações emocionais e cognitivas
Authors: Nascimento, Ezequiel Batista do
Keywords: Estradiol;Progesterona;Memória;Ansiedade;Depressão
Issue Date: 17-May-2018
Citation: NASCIMENTO, Ezequiel Batista do. Papel dos hormônios sexuais femininos sobre o efeito do isolamento social em ratas: um estudo acerca dos perfis neuroendócrinos relacionados às alterações emocionais e cognitivas. 2018. 155f. Tese (Doutorado em Psicobiologia) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: Stress can be defined as a set of physical and psychological mechanisms to coping disturbances that threat the homeostasis. Long-term exposure to stressful events is associated with negatives effect on cognition, emotion and behavior, moreover, these alterations are suggested to be in onset of psychiatric disorders. Glucocorticoids (GCs) are the main hormones involved in stress response. The glucocorticoids receptor (GR) are extensile expressed in different types of tissues in the body, including the central nervous system (CNS), especially in hippocampus, amygdala, and prefrontal cortex. These structures are involved in mood regulation, anxiety and mnemonic processes and are targets of the stress. Although, it remains controversial how stress can impair functionality in these brain areas and how it correlates with disturbances in mood, anxiety and memory impairment. In contrast, oscillations of sex hormones, such as estradiol and progesterone, can profoundly influence the CNS, acting against deleterious effects of stress. In this regard, we used an animal model of chronic stress - social isolation - in female rats with intact estrous cycle to investigate modulatory effect of sex steroid on cognitive and emotional responses. Moreover, we investigated the dissociative effect of estradiol and progesterone, using agonist or antagonist. Our main results demonstrated that: (1) females in diestrus showed depressive-like behaviors and memory deficits when compared to estrus and proestrus phases; (2) depressive-like behaviors and memory deficits induced by social isolation was estrous-cycle dependent; (3) stressed females treated with estradiol (but not progesterone) showed less depressive-like behaviors and memory impairments; (4) tamoxifen (but not mifepristone) induced depressive-like behaviors in proestrus females; (5) There was a anxiolytic effect induced by progesterone. Taken together, these findings suggest that endogenous variations of sex hormones are important to modulate mood, anxiety and mnemonic process in socially isolated females.
Portuguese Abstract: O estresse compreende um conjunto de alterações psicofisiológicas eliciadas no organismo diante de demandas intrínsecas e extrínsecas. A exposição frequente a eventos estressantes promove alterações em processos cognitivos, emocionais e comportamentais do indivíduo, e tais alterações podem estar relacionadas à etiologia de diversos transtornos psiquiátricos. Os glicocorticoides (GCs) são os principais hormônios mediadores da resposta de estresse. Estes se ligam a receptores que estão extensamente distribuídos em diversas células do organismo, incluindo ampla distribuição em todo sistema nervoso central (SNC), especialmente em áreas cerebrais como hipocampo, amígdala e córtex pré-frontal. Contudo, ainda não está completamente esclarecido como o estresse pode prejudicar o funcionamento dessas estruturas e de que maneira isto pode provocar o surgimento de transtornos psiquiátricos como, por exemplo, transtornos de humor (depressão) e ansiedade (transtorno de ansiedade generalizada). Em contrapartida, oscilações de hormônios sexuais, como o estradiol e progesterona influenciam o SNC modulando alguns processos diante a ação deletéria dos GCs. Neste sentido, utilizamos um modelo de indução de estresse crônico – isolamento social – em ratas jovens em diferentes fases do ciclo estral para investigar possíveis alterações nas respostas cognitivas, emocionais e comportamentais em resposta a exposição ao estressor. No intuito de investigarmos a influência dos hormônios sexuais utilizamos agonistas e antagonistas para induzir ou bloquear efeitos desses hormônios nas diferentes fases do ciclo. Nossos achados reúnem um corpo de dados que demonstram que o isolamento social induz comportamentos do tipo depressivo e promove prejuízos mnemônicos fase dependentes. Estes resultados foram observados quando ratas foram submetidas à uma tarefa de memória aversiva e aos testes de autocuidado, preferência por sacarose e interação social. De maneira geral, animais em fases de baixo perfil hormonal (diestro/metaestro, DIE) apresentaram comportamentos do tipo depressivo além de déficits de memória. Por outro lado, ratas em proestro (PRO) e estro (EST) não demonstraram prejuízos nos testes, não mostrando os efeitos deletérios provocados pelo estresse. O tratamento farmacológico mostrou um efeito dissociativo do estradiol e progesterona sobre os aspectos comportamentais e mnemônicos. Assim, o tamoxifeno (antagonista do estradiol) quando administrado nas fases PRO e EST prejudicou o desempenho dos animais levando a comportamentos do tipo depressivo e déficits de memória, mas não o antagonismo feito pela mifepristona (antagonista da progesterona). Além disso, a administração de estradiol na fase DIE, mas não progesterona, foi capaz de melhorar os prejuízos observados nessa fase. Em conclusão, estes achados sugerem que o isolamento social induz alterações cognitivas e emocionais em ratas, dependente das oscilações hormonais do ciclo estral, e esta modulação ocorre principalmente pela ação do estradiol, que é capaz de amenizar prejuízos comportamentais observados ao longo do ciclo.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25901
Appears in Collections:PPGPSICO - Doutorado em Psicobiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Papelhormôniossexuais_Nascimento_2018.pdf1,88 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.