Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26451
Title: A fraternidade e sua interpretação à luz do princípio de diferença no pensamento de John Rawls
Authors: Araújo, Witemburgo Gonçalves de
Keywords: Liberdade;Igualdade;Fraternidade;Princípios de diferença
Issue Date: 21-Sep-2018
Citation: ARAÚJO, Witemburgo Gonçalves de. A fraternidade e sua interpretação à luz do princípio de diferença no pensamento de John Rawls. 2018. 96f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: This research investigates to what extent the difference principle considers the idea of fraternity as a political category in the philosophy of John Rawls. To do so, we analyze his works Uma Teoria da Justiça (1971) and, in a complementary way, O Liberalismo Político (1993). For Rawls, to think of fraternity as a political conception is feasible if it is imagined as an ideal that meets the requirements of the difference principle. From this perspective, the inequalities allowed by just institutions only happen if they contribute to the well-being of persons who are less fortunate, and in this sense, they seem to meet the demands of fraternity. Therefore, to shed light on this understanding, we organize the text into four chapters, besides the introduction and the final remarks. The first chapter regards the theoretical framework of the theory of justice as fairness and some of its main concepts. The second chapter introduces distributive justice as in Uma Teoria da Justiça, as well as some criticisms by communitarians to justice as fairness. The third chapter addresses the principle of fraternity, and the fourth chapter makes some considerations on distributive shares in a way to analyze the concept of justice in political economy and the main institutions for a democratic equality. Additionally, we reflect upon intergenerational justice and the social minimum.
Portuguese Abstract: Na presente pesquisa, investigamos em que medida o princípio de diferença resgata a ideia de fraternidade como categoria política na filosofia de John Rawls. Para tanto, analisamos as obras Uma Teoria da Justiça (1971) e, de forma complementar, O Liberalismo Político (1993), ambas do filósofo ora mencionado. Para Rawls, pensar a fraternidade como questão política é uma concepção praticável, desde que imaginada como um ideal que atenda aos requisitos do princípio de diferença, uma vez que, sob esta ótica, as desigualdades permitidas por instituições justas somente o são na proporção em que contribuem para o bem-estar dos menos favorecidos, e nesse sentido, parece atender às exigências da fraternidade. Assim, para expor esse posicionamento, organizamos a dissertação, além da introdução e das considerações finais, em quatro capítulos: no primeiro deles, apresentamos os pressupostos da teoria da justiça como equidade e alguns dos seus principais conceitos; no segundo capítulo, expomos a justiça distributiva em Uma Teoria da Justiça, bem como as críticas dos comunitaristas à justiça como equidade. No terceiro capítulo, abordamos o princípio da fraternidade e, por último, no quarto capítulo, fazemos breves considerações sobre as parcelas distributivas em uma "Teoria da Justiça", passando pela análise do conceito de justiça em economia política, bem como das principais instituições para uma igualdade democrática e pelas reflexões sobre justiça intergeracional e o mínimo social.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26451
Appears in Collections:PPGFIL - Mestrado em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fraternidadeinterpretaçãoluz_Araújo_2018.pdf834,27 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.