Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26701
Title: Efeito da membrana quitosana com complexo de Zinco-vanilina no tratamento de lesões cutâneas em ratos diabéticos
Authors: Tavares, Emanuella de Aragão
Keywords: Diabetes;Lesões cutâneas;Cicatrização de feridas;Zinco;Membrana de quitosana
Issue Date: 15-Oct-2018
Citation: TAVARES, Emanuella de Aragão. Efeito da membrana quitosana com complexo de Zinco-vanilina no tratamento de lesões cutâneas em ratos diabéticos. 2018. 59f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: The treatment of chronic wounds is still considered a public health problem, when it affects groups of risks as diabetics and becomes a great clinical challenge. In this work, we evaluated the healing effects of a new zinc complex associated with a chitosan membrane, tested in cutaneous wounds of diabetic rats. Wistar rats were submitted to induction of diabetes with streptozotocin 40 mg / kg (i.v.). On the seventh day after diabetic induction, a circular skin excision (1.0 cm) with punch was performed. The lesions were treated with the pure chitosan membrane and with the membrane associated with the Zinc-vanillin complex (CS-ZPV1 and CS-ZPV2) at two concentrations, 7.36 x 10-7 mol cm-2 and 1.22 x 10-6 mol cm -2, respectively. The samples were submitted to macroscopic, histopathological, cytokine (TNFα, IL-1β and IL-10) and reverse transcriptase polymerase chain reaction (RtPCR) (TGFβ and VEGF) assays. The analysis revealed reepithelialization, angiogenic stimulation, collagen deposition and expression of proteins that aid in the healing process in a significant proportion in the groups treated with the CS-ZPV membrane compared to the groups without treatment. Treatment with CS-ZPV reduced the levels of TNF-α, IL-1β and increased IL-10, also increased the gene expression of TGFβ and VEGF. The evaluated parameters suggest that CSZPV in the two concentrations tested may be effective in the treatment of chronic wounds.
Portuguese Abstract: O tratamento de feridas crônicas ainda é considerado um problema de saúde pública, quando afeta grupos de riscos como diabéticos e torna-se um grande desafio clínico. Neste trabalho, avaliamos os efeitos cicatrizantes de um novo complexo de zinco associado a uma membrana de quitosana, testado em feridas cutâneas de ratos diabéticos. Ratos do tipo Wistar foram submetidos a indução do diabetes com estreptozotocina 40 mg/kg (i.v.). No sétimo dia após a indução diabética, foi realizada uma excisão circular na pele (1,0 cm) com punch. As lesões foram tratadas com a membrana de quitosana pura e com a membrana associada ao complexo de Zinco-vanilina (CS-ZPV1 e CS-ZPV2) em duas concentrações 7.36 x 10-7 mol cm-2 e 1.22 x 10-6 mol cm-2 , respectivamente. As amostras foram submetidas à análise macroscópica, histopatológica, dosagens de citocinas (TNF-α, IL-1β e IL-10) e reações em cadeia de polimerase de transcriptase reversa (RtPCR) (TGFβ e VEGF). As análises realizadas demonstraram reepitelização, estímulo angiogênico, deposição de colágeno e expressão de proteínas que auxiliam no processo de cicatrização em proporção significativa nos grupos tratados com a membrana CS-ZPV comparado aos grupos sem tratamento. O tratamento com a CS-ZPV reduziu os níveis de TNF-α, IL-1β e aumentou IL-10, verificou-se também o aumento da expressão gênica de TGFβ e VEGF. Os parâmetros avaliados sugerem que a CSZPV nas duas concentrações testadas podem ser eficazes no tratamento de feridas crônicas.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26701
Appears in Collections:PPGCB - Mestrado em Ciências Biológicas

Files in This Item:
File SizeFormat 
Efeitomembranaquitosana_Tavares_2018.pdf1,32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.