Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26914
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLima, Nubia Maria Freire Vieira-
dc.contributor.authorPessoa, Raynara Maritsa Cavalcante-
dc.date.accessioned2019-04-09T22:58:29Z-
dc.date.issued2019-01-16-
dc.identifier.citationPESSOA, Raynara Maritsa Cavalcante. Avaliação da interferência imediata após intervenção com dupla tarefa em idosos. 2019. 78f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Reabilitação) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26914-
dc.description.abstractIntroduction: With aging, there is a decline in the adaptive responses necessary to perform daily activities, thus increasing susceptibility to diseases and functional limitations. Cognitive motor interference is the simultaneous performance of a motor task and a cognitive one. However, despite the vast literature in the area, there are no types of tasks and established duration that shows the immediate effects for this training. Objective: To investigate the immediate interference of an intervention proposal with different dual cognitive-motor and motor-motor tasks on the balance of the elderly. Methods: Eight questionnaires / tests were used, besides the evaluation in the force platform, the subjects were divided by randomization into two groups, one group was submitted to a single intervention proposal with Simple Tasks (TS) and the other with Double Task (DT) after the intervention were reassessed. Results: We evaluated 30 elderly people who were distributed between two groups. Regarding the sociodemographic data, motor evaluation, cognitive performance and self report of difficulty for two tasks, there was no difference between the groups. Compared to the simple test, there was an increase in the time of accomplishment of the figure-of-eight walking (F8W) motor and cognitive and Timed and Go (TUG) cognitive tests. After the intervention the DT group maintained its performance in the tests and presented improvement in the cognitive performance of the activities of semantic fluency, calculation and figures during the posturography, whereas the TS group demanded more time for execution of the simple and motor TUG and presented greater oscillation in postural control in the condition of open eyes, semantic fluency and figures, without increase in the number of hits. Conclusions: The secondary tasks caused an increase in the time in the performance of the functional tests, except for the motor TUG. Immediately after the intervention, the performance in the DT group tests was superior to the TS group, the number of correct answers was similar. In the posturographic evaluation, there was improvement of the cognitive performance for the DT group, whereas the TS group presented greater oscillation for some activities, without improvement in their cognitive performance. There was no difference between the groups regarding the self report of the frequency of difficulty to perform double task.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.rightsAcesso Embargadopt_BR
dc.subjectIdosopt_BR
dc.subjectFuncionalidadept_BR
dc.subjectPosturapt_BR
dc.subjectCogniçãopt_BR
dc.titleAvaliação da interferência imediata após intervenção com dupla tarefa em idosospt_BR
dc.title.alternativeEvaluation of immediate interference after intervention with double task in elderlypt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA REABILITAÇÃOpt_BR
dc.contributor.referees1Oliveira, Cláudia Santos-
dc.contributor.referees2Cacho, Enio Walker Azevedo-
dc.contributor.referees3Farias, Kelly Soares-
dc.contributor.referees4Câmara, Saionara Maria Aires da-
dc.description.resumoIntrodução: Com o envelhecimento, ocorre declínio de respostas adaptativas necessárias para realização de atividades do cotidiano, aumentando assim, a susceptibilidade às doenças e limitações funcionais. A interferência motora cognitiva é a realização, simultânea, de uma tarefa motora e uma cognitiva. Os idosos apresentam maior dificuldade para realização dessas atividades, e o seu treinamento pode favorecer a marcha, equilíbrio e cognição, no entanto, apesar da vasta literatura na área, não há tipos de tarefas e duração estabelecida que evidencie os efeitos imediatos para este treinamento. Objetivo: Investigar a interferência imediata de uma proposta de intervenção com diferentes duplas tarefas cognitivo-motora e motora-motora sobre o equilíbrio de idosos. Métodos: Foram utilizados oito questionários/testes, além da avaliação na plataforma de força, os sujeitos foram divididos, por randomização, em dois grupos, um grupo foi submetido a proposta de intervenção única com Tarefas Simples (TS) e o outro com Dupla Tarefa (DT), após a intervenção foram reavaliados. Resultados: Foram avaliados 30 idosos que foram distribuídos entre dois grupos. No que se refere aos dados sociodemográficos, avaliação motora, desempenho cognitivo e o auto relato de dificuldade para dupla tarefa, não houve diferença entre os grupos. Comparado ao teste simples, houve acréscimo do tempo de realização dos testes figure-of-eight walking Test (F8W) motor e cognitivo e Timed and Go (TUG) cognitivo. Após a intervenção o grupo DT manteve sua performance nos testes e apresentou melhora no desempenho cognitivo das atividades de fluência semântica, cálculo e figuras durante a posturografia, ao passo que o grupo TS demandou mais tempo para execução do TUG simples e motor e apresentou maior oscilação no controle postural na condição de olhos abertos, fluência semântica e figuras, sem incremento no número de acertos. Conclusões: As tarefas secundárias ocasionaram incremento no tempo na realização dos testes funcionais, exceto para o TUG motor. Imediatamente após a intervenção, a performance nos testes do grupo DT foi superior ao grupo TS, o número de acertos foi semelhante. Na avaliação posturográfica, houve melhora do desempenho cognitivo para o grupo DT, já o grupo TS, apresentou maior oscilação para algumas atividades, sem melhora no desempenho cognitivo destas. Não houve diferença entre os grupos quanto ao auto relato da frequência de dificuldade para realizar dupla tarefa.pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE: CIÊNCIAS DA REABILITAÇÃOpt_BR
dc.description.embargo2019-12-07-
Appears in Collections:FACISA - Mestrado em Ciências da Reabilitação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliaçãointerferênciaimediata_Pessoa_2019.pdf
Restricted Access Until 2019-12-06
1,47 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.