Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27020
Title: Potencial da lactoperoxidase no diagnóstico da mastite subclínica em vacas via processamento de imagens
Authors: Silva, Emanuelle Patricia Enrique da
Keywords: Células somáticas;Qualidade do leite;Resposta imune;Sistema antimicrobiano
Issue Date: 28-Feb-2019
Citation: SILVA, Emanuelle Patricia Enrique da. Potencial da lactoperoxidase no diagnóstico da mastite subclínica em vacas via processamento de imagens. 2019. 49f. Dissertação (Mestrado em Produção Animal) - Escola Agrícola de Jundiaí, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: As perdas de produção associadas à mastite podem variar de 10 a 30% da produção leiteira a cada lactação, sendo que 75% do prejuízo total está relacionado à mastite subclínica. Essa é a patologia infecciosa que mais interfere na qualidade do leite, promovendo alterações na composição química e diminuição da produtividade, além de modificar as concentrações das células somáticas e de enzimas. Estudos mostram que a glândula mamária desenvolve respostas imunológicas contra microrganismos invasores, sendo possível que a enzima lactoperoxidase esteja diretamente relacionada a este mecanismo de defesa. A lactoperoxidase (LP) faz parte do sistema lactoperoxidase (SLP), juntamente com o peróxido de hidrogênio e o íon tiocianato, catalisando a reação. Dessa reação, ocorre a formação de substâncias antimicrobianas que possuem ação eficaz no combate a microrganismos patogênicos. Pesquisas afirmam que animais que apresentam mastite subclínica, possuem maior concentração da LP e correlação positiva com a contagem de células somáticas, assim, a determinação da atividade enzimática, pode vir a ser utilizada como uma nova forma de detecção da enfermidade e então servir de parâmetro avaliativo da saúde da glândula mamária.
Abstract: Production losses associated with mastitis can range from 10 to 30% of milk production at each lactation, with 75% of the total loss being related to subclinical mastitis. This is the infectious pathology that most interferes with milk quality, promoting changes in chemical composition and decreased productivity, as well as modifying the concentrations of somatic cells and enzymes. Studies show the mammary gland develops immune responses against invading microorganisms, and it is possible that the enzyme lactoperoxidase is directly related to this defense mechanism. Lactoperoxidase (LP) is part of the lactoperoxidase system (SLP), together with hydrogen peroxide and thiocyanate ion, catalyzing the reaction. From this reaction occurs the formation of antimicrobial substances that have an effective action in the fight against pathogenic microorganisms. Research has shown that animals with subclinical mastitis have a higher LP concentration and a positive correlation with somatic cell counts. Thus, the determination of enzymatic activity can be used as a new form of detection of the disease and then serve as a parameter evaluation of the health of the mammary gland.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27020
Appears in Collections:PPGPA - Mestrado em Produção Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Potenciallactoperoxidasediagnóstico_Silva_2019.pdf1,14 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.