Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27157
Title: A roça é nossa...?: analisando as mudanças a partir de uma perspectiva antropológica da relação do homem com o meio ambiente
Authors: Silva, Danilo Duarte Costa e
Keywords: Comunidade quilombola;Mudança cultural e materialismo cultural
Issue Date: 28-Sep-2012
Citation: SILVA, Danilo Duarte Costa e. A roça é nossa...?: analisando as mudanças a partir de uma perspectiva antropológica da relação do homem com o meio ambiente. 2012. 201f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Portuguese Abstract: Na “Chã1 ” da Serra de Santana no estado do Rio Grande do Norte, Brasil, Zona rural do município de Lagoa Nova há uma comunidade, conhecida pelo passado recente ligado a pobreza ao ponto de efetuarem diversos saques a feira livre, que hoje vive um período bem diferente onde de forma recorrente a frase “hoje o povo tá rico” é ouvida dentro e fora da comunidade. Dentre os prováveis motivos para esta afirmação as “novas terras” anexadas a partir de uma invasão à 15 anos atrás pelos agricultores “sem terra” tem sido destacadas como a principal razão para a melhora nas condições materiais na comunidade. A presente pesquisa buscou analisar os motivos que estão por trás de tal mudança e consequentemente os efeitos das mesmas nas demais instâncias da comunidade a partir de uma abordagem antropológica voltada para análise da mudança. Com o término da análise pode-se perceber o impacto causado com anexação de tais terras, gerando alterações significativas tanto nas relações políticas como até na própria superestrutura.
Abstract: In "Chã" of Serra de Santana in the state of Rio Grande do Norte, Brazil, rural area of the municipality of Lagoa Nova is a community known for the recent past linked poverty and robberies in the market, which today lives a period where very different on a recurring phrase "today people're rich" is heard inside and outside the community. The probable reasons for this statement the "new lands" attached from an invasion of 15 years ago by "sem terra" has been commented as the main reason for the improvement in the material conditions in the community. The present study sought to examine the motives this change and therefore their effects in other instances the community from an anthropological approach toward analysis of change. With the end of the analysis can understand the impact with annexation of such land, causing significant changes in both the political relations as to the superstructure.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27157
Appears in Collections:PPGAS - Mestrado em Antropologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Roçaénossa_Silva_2012.pdf6,49 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.