Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27910
Título: Produção de revestimento cerâmico semi-poroso com adição de chamote de telhas
Título(s) alternativo(s): Production of semi-porous ceramic tiles with the addition of roof tile chamotte
Autor(es): Castro, R. J. S.
Soares, R. A. L.
Nascimento, Rubens M.
Palavras-chave: Resíduo de telha - Chamote;Reaproveitamento;Revestimento semi-poroso
Data do documento: 2012
Editor: Matéria
Referência: CASTRO, R. J. S. ; SOARES, R. A. L. ; NASCIMENTO, R. M. . Produção de revestimento cerâmico semi-poroso com adição de chamote de telhas. Matéria (UFRJ), v. 17, p. 1166-1175, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-70762012000400007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt
Resumo: A indústria de cerâmica vermelha é em parte responsável pela degradação ambiental provocadas pelo jazimento das matérias primas, a queima dos produtos e o descarte dos resíduos cerâmicos após queima. Este trabalho tem como objetivo verificar a potencialidade de se produzir revestimento cerâmico, incorporando chamote de telhas a uma massa básica típica para produção de revestimento semi-poroso. A massa básica e o chamote foram caracterizados por fluorescência de raios X, análise mineralógica por difração de raios X. Corpos de prova foram confeccionados por prensagem uniaxial partir da massa básica aditivada com 5%, 10%, 15% e 20% de chamote, em seguida queimados em escala industrial em forno de rolo, com temperatura de pico a 1135ºC em um ciclo de 25 min, para depois serem avaliados do ponto de vista tecnológico: absorção de água, retração linear de queima, tensão de ruptura a flexão, porosidade aparente, massa específica aparente, perda ao fogo e por último analisados microestruturalmente por microscopia eletrônica de varredura. Os resultados encontrados mostraram que a adição de chamote de telhas provoca redução da resistência mecânica e aumento de absorção de água. Mesmo assim, os resultados encontrados para a formulação dopada com até 20% de chamote encontram-se dentro dos valores estabelecidos pela norma vigente.
Abstract: The red ceramics industry is partially accountable for the environmental degradation provoked by extraction of raw material, burning of the products and discards of waste ceramic after burning. This paper aims at examining the potential of the production of ceramic tiles by adding roof tile chamotte to the basic mass typically used in the production of semi-porous tiles. The basic mass and the chamotte were characterized by X ray fluorescence, mineralogical analysis by X ray diffraction. Test samples were produced by uniaxial pressing with the addition of 5%, 10%, 15% and 20% chamotte to the basic mass, being then fired in an industrial roller oven with a peak temperature of 1135ºC in a cycle of 25 min, to be later analyzed from a technological point of view: water absorption, linear retraction , flexural strength, apparent porosity, apparent specific mass and burning loss, being finally microstructurally analyzed through scanning electron microscopy The results have shown that the addition of roof tile chamotte causes a reduction in the mechanical strength and increases water absorption. Yet, the results found for the formulation doped with up to 20% chamotte are within the range established by current regulations. Keywords: Roof tile waste (chamotte); reuse; semi-porous ceramic tiles.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27910
ISSN: 1517-7076
Aparece nas coleções:CT - DEMAT - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Produçãorevestimentocerâmico_Nascimento_2012.pdf707,04 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons