Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/29371
Title: Uso de jato de plasma a pressão atmosférica para realizar modificações de superfícies do titânio
Other Titles: Use of the atmospheric plasma jet for surface modification of titanium
Authors: Nascimento Neto, Arlindo Balbino do
Souza, Ivan Alves de
Fernandes, Cleophatra Aquino
Valentim, Ricardo Alexsandro de Medeiros
Coutinho, Karilany Dantas
Guerra Neto, Custódio Leopoldino de Brito
Keywords: Plasma DBD;Plasma atmosférico;Plasma frio;Tratamento de biomateriais;Modificações superficiais de Titânio
Issue Date: 2015
Publisher: Revista Brasileira de Inovação Tecnologica em Saúde
Citation: VALENTIM, R. A. M.; NASCIMENTO NETO, A. B.; SOUZA, I. A.; FERNANDES, C. A.; COUTINHO, K. D.; GUERRA NETO, C. L. B.. Uso de jato de plasma a pressão atmosférica para realizar modificações de superfícies do titânio. Revista Brasileira de Inovação Tecnológica em Saúde, v. 5, p. 74-84, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/reb/article/view/7254. Acesso em: 24 Jun. 2020. https://doi.org/10.18816/r-bits.v5i2.7254.
Portuguese Abstract: Pesquisas na busca por materiais com melhor desempenho para aplicações biomédicas são constantes. Assim, estudos recentes buscam o desenvolvimento de novas técnicas para modificações de superfícies. O plasma a baixa pressão vem se destacando pela sua versatilidade e por ser ambientalmente correto, obtendo-se bons resultados na modificação das propriedades físico-químicas dos materiais. Porém, esta técnica necessita de um sistema de vácuo de alto custo e não é capaz de gerar modificações superficiais em regiões pontuais. Além disso, limita seu uso em materiais poliméricos e termosensíveis, devido às altas temperaturas do processo. Diante disso, foram criadas novas técnicas capazes de gerar um plasma frio a pressão atmosférica (APPJ). Com o objetivo de realizar tratamentos superficiais em biomateriais em regiões pontuais, foi construído um protótipo capaz de gerar um jato de plasma frio. O protótipo gerador de plasma consiste em uma fonte de alta tensão, um braço suporte, um porta amostra e uma ponteira por onde passa o argônio ionizado. Dentro desta ponteira existe um tubo dielétrico e dois eletrodos. Tratou-se disco de titânio grau II polido e verificou-se modificações superficiais do titânio. Para verificar o comprimento dos jatos foi utilizado o software Image Pro Plus. As modificações na superfície do titânio foram verificadas por microscopia óptica (MO) e de força atômica (MFA). Foi possível concluir que o jato de plasma próximo à temperatura ambiente e a pressão atmosférica foi capaz de provocar modificações superficiais no titânio
Abstract: Research for better performance materials in biomedical applications are constants. Thus recent studies aimed at the development of new techniques for modification of surfaces. The low pressure plasma has been highlighted for its versatility and for being environmentally friendly, achieving good results in the modification of physic chemical properties of materials. However, it is requires an expensive vacuum system and cannot able to generate superficial changes in specific regions. Furthermore, it is limits their use in polymeric materials and sensitive terms due to high process temperatures. Therefore, new techniques capable of generating cold plasma at atmospheric pressure (APPJ) were created. In order to perform surface treatments on biomaterials in specific regions was built a prototype capable of generating a cold plasma jet. The prototype plasma generator consists of a high voltage source, a support arm, sample port and a nozzle through which the ionized argon. The device was formed to a dielectric tube and two electrodes. The disc of titanium was polished and there was a surface modification. The surface modifications of titanium were analyzed. The energy consumed during the discharges was observed by the Lissajous figure method. The length of the jets was realized with Image Pro Plus software. The modifications of the titanium surfaces were observed by optical microscopy (OM) and atomic force microscopy (AFM). It was concluded that the plasma jet near room temperature and atmospheric pressure was able to cause modifications in titanium surface
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/29371
ISSN: 2236-1103
Appears in Collections:CT - DEB - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UsoJatoPlasma_Valentim_2015.pdf462,71 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.