Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/30309
Title: Níveis de biomarcadores associados à concussão após repetidos golpes subconcussivos em lutadores de Mixed Martial Arts: um estudo exploratório
Authors: Lima Filho, Nelson Marinho de
Keywords: Concussão encefálica;Esporte;Traumatismos em atletas;Biomarcadores
Issue Date: 13-Sep-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LIMA FILHO, Nelson Marinho de. Níveis de biomarcadores associados à concussão após repetidos golpes subconcussivos em lutadores de Mixed Martial Arts: um estudo exploratório. 2019. 52f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: a concussão e os danos resultantes desse evento relacionados à função cerebral têm sido amplamente estudados, no entanto, pouco se sabe sobre os impactos subconcussivos, principalmente em lutadores de Mixed Martial Arts (MMA), que é um esporte de luta e contato total no qual a maioria dos golpes é direcionada à cabeça. A subconcussão é definida como “um impacto craniano que não resulta em uma concussão sabida ou diagnosticada no campo clínico”. Uma subconcussão é menos grave que uma concussão e geralmente não resulta em um diagnóstico clínico, nem é comumente identificada por exames de imagem. Desse modo, no sentido de mensurar processos de inflamação e neurodegeneração, a utilização de biomarcadores sanguíneos possui potencial importante na detecção clínica de processos cerebrais danosos decorrentes desta prática esportiva. Objetivo: este estudo tem como objetivo principal avaliar os níveis dos biomarcadores associados à concussão e sintomas decorrentes de golpes subconcussivos em lutadores de MMA. Materiais e métodos: trata-se um estudo exploratório em que 30 indivíduos do sexo masculino (10 lutadores de MMA, 10 saudáveis praticantes de musculação e 10 saudáveis sedentários) com idades entre 18 e 32 anos (25,4 ± 3,8) foram submetidos à coleta sanguínea para avaliação dos níveis das proteínas UCH-L1, GFAP, MCP-4 e BDNF e avaliados quanto aos sinais e sintomas relacionados à concussão, por meio do Sport Concussion Assessment Tool (SCAT 5), antes da luta, imediatamente após e 72 horas após a luta (grupo de lutadores), e comparados como os demais grupos. Resultados: na avaliação inicial, foram encontradas diferenças significativas entre lutadores e indivíduos saudáveis ativos nos níveis de BDNF (p=0,03). Nos níveis de MCP-4 foram encontradas diferenças entre lutadores e indivíduos saudáveis sedentários (p=0,0002), assim como, entre indivíduos saudáveis ativos e saudáveis sedentários (p=0,002). Nos lutadores, foi observado um aumento significativo nos níveis de MCP-4 imediatamente após a luta (p=0,002). Em relação aos níveis de BDNF, foi observada também uma redução significativa entre o pós-imediato e 72h após a luta (p=0,03). Conclusão: os achados deste estudo, apesar do seu caráter exploratório, podem auxiliar o entendimento da influência dos repetidos golpes subconcussivos em lutadores de MMA, assim como propor intervenções de caráter preventivos que possam minimizar o impacto dos efeitos dos golpes, preservando assim a integridade e função neuronal do lutador.
Abstract: Introduction: the concussion and the damages caused by this event to the brain have been extensively studied. However, little is known about subconcussive head hits, especially in Mixed Martial Arts (MMA) fighters, which is a full-contact fighting sport, in which the majority of blows are directed to the head. Subconcussion is defined as "a cranial impact that does not result in a known or diagnosed concussion in the clinical field." A subconcussion is less severe than a concussion and usually does not result in a clinical diagnosis nor is it identified by imaging. Therefore, to measure inflammation and neurodegeneration processes, the use of blood biomarkers has important potential in the clinical detection of harmful brain processes resulting from this sport practice. Objective: this study aims to evaluate the levels of biomarkers associated with concussion, and the symptoms resulting from subconcussive blows in MMA fighters. Methods: this is an exploratory study in which 30 male subjects (10 MMA fighters, 10 healthy individuals that practice muscle training, and 10 healthy sedentary individuals) aged between 18 and 32 years (25.4 ± 3.8) were evaluated. These individuals underwent blood collection to assess the levels of UCH-L1, GFAP, MCP-4, and BDNF and were evaluated for signs and symptoms related to concussion by the Sports Concussion Assessment Tool (SCAT 5) before, immediately after and 72 hours after fighting (for the fighters) and were compared between groups. Results: at baseline, significant differences were found between active and healthy fighters in BDNF levels (p = 0.03). In MCP-4 levels, significant differences were found between fighters and sedentary controls (p = 0.0002), as well as between active controls and sedentary controls (p = 0.002). In fighters, a significant increase in MCP-4 levels was observed immediately after fighting (p = 0.002). Regarding BDNF levels, a significant reduction was also observed between the post-immediate and 72h after the fight (p = 0.03). The other markers did not present differences between the evaluation times. No differences were observed in the number or severity of symptoms reported by the fighters. Conclusion: The findings of this study, despite their exploratory nature, may help to understand the influence of repeated subconcussive head hits on MMA fighters, as well as to propose preventive interventions that can minimize the impact of hits effects, preserving the neuronal integrity and function of the fighter.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/30309
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Niveisbiomarcadoresassociados_LimaFilho_2019.pdf1.06 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.