Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/12772
Title: Estudo do efeito da adição da escória de aciaria no processamento e propriedades finais de telhas cerâmicas
Authors: Rêgo, Vilson Ribamar
Keywords: Argila;Escória de aciaria;Cerâmica estrutural;Telhas;Clay;Steelworks dust;Structural ceramics;Tiles
Issue Date: 21-Sep-2010
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: RÊGO, Vilson Ribamar. Estudo do efeito da adição da escória de aciaria no processamento e propriedades finais de telhas cerâmicas. 2010. 194 f. Tese (Doutorado em Processamento de Materiais a partir do Pó; Polímeros e Compósitos; Processamento de Materiais a part) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Portuguese Abstract: Neste trabalho é estudado o efeito da adição da escória de aciaria em massas cerâmicas para indústrias de cerâmica vermelha, visando contribuir com o aproveitamento desses rejeitos. Foi feito uma avaliação da sua adição à massa cerâmica para produção de telhas. O panorama da indústria cerâmica no estado do Piauí é bastante promissor. Diferente de outros setores produtivos, o setor cerâmico utiliza, basicamente, matérias-primas naturais. O seu produto final é, em suma, o resultado da transformação de compostos argilominerais. Essas matérias-primas são compostas, basicamente, de óxidos de alumínio, silício, ferro, sódio, magnésio, cálcio, dentre outros. Verificou-se que a escória de aciaria é composta principalmente por esses mesmos óxidos, de forma que sua incorporação à massa de cerâmica estrutural é uma ideia absolutamente razoável. Foram caracterizadas as matérias-primas argila e escória de aciaria por AG, FRX, DRX, TGA e DTA. Também foram conformados por extrusão e queimados nas temperaturas de 800°C, 850 °C, 900°C e 950°C corpos-deprova com 0%, 5%, 10%, 15%, 20% e 25% de teor de escória de aciaria. Em seguida, foram realizados ensaios tecnológicos de retração linear, absorção de água, porosidade aparente, massa específica aparente e resistência mecânica à flexão. Os resultados mostraram a possibilidade de se utilizar até 15% de escória de aciaria na massa cerâmica para telhas. Até essa dosagem, melhorias consideráveis nas características físicas e mecânicas avaliadas foram observadas. O estudo também mostrou a possibilidade de queima em temperaturas mais baixas que 850ºC, promovendo, assim, uma redução dos custos finais do produto
Abstract: This research presents an overview of the addition steelwork dust of ceramic shingles in order to contribute to the utilization use of such residue. The ceramic industry perspective in the Brazilian State of Piauí is quite promising. Unlike other productive sectors, the ceramic industry uses basically natural raw materials. Its final products are, in short, the result of transforming clay compounds. These raw materials are composed primarily of aluminum oxide, silicon, iron, sodium, magnesium, end calcium, among others. It was verified that steelwork dust is composed primarily of these same oxides, so that its incorporation in to structural ceramics is a very reasonable idea. Both clay and steelwork powder were characterized by AG, XRF, XRD, TGA and DTA. In addition, steelwork dust samples containing (0%, 5%, 10%, 15%, 20% and 25%) were extruded and burned at 800°C, 850°C, 900°C and 950°C. Then t echnological tests of linear shrinkage, water uptake, apparent porosity, apparent density and flexural strengthwere carried at. The results showed the possibility of using steelwork powder in ceramic shingles until 15% significant improvement in physical and mechanical properties. This behavior shows the possibility of burning at temperatures lower than 850ºC, thus promoting a product final cost reduction
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12772
Appears in Collections:PPGCEM - Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstudoEfeitoAdicao_Rego_2010.pdf4.66 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.