Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/13367
Title: Características físicas, somatotipo e desempenho de corredores de 100 e 400 metros no Rio Grande do Norte
Authors: Figueiredo, José dos Santos
Keywords: Antropometria;Somatotipo;Endomorfia;Ectomorfia;Mesomorfo;Anthropometry;Somatotype;Endomorphic;Mesomorphic;Ectomorphic
Issue Date: 17-Feb-2012
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FIGUEIREDO, José dos Santos. Características físicas, somatotipo e desempenho de corredores de 100 e 400 metros no Rio Grande do Norte. 2012. 68 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Portuguese Abstract: Objetivo: Investigar as características físicas e examinar a associação entre o somatotipo e o desempenho em corredores de 100 e 400m. Métodos: As características antropométricas e o desempenho atlético de corredores de 100 e 400m foram avaliados e comparados. A amostra foi composta de corredores do sexo masculino (n = 39) de nível regional no Rio Grande do Norte, Brasil. Estatura, massa corporal, dobras cutâneas, circunferência do membro e diâmetros ósseos foram medidos. Em seguida, o somatotipo foi calculado pelo método de Heath-Carter. Corridas de 100 e 400 m foram realizadas para avaliar o desempenho atlético. Para a análise entre os grupos de corredores (100m x 400m) foi utilizado o teste t de Student para amostras independentes. Foram calculadas estatísticas descritivas para a amostra total, bem como para os grupos de 100 e 400m e estabelecidos quatro subgrupos, nomeados quartis. Na comparação dos subgrupos oriundos da distribuição quartil foi aplicada a análise de variância de um critério (ANOVA), seguida do pós-teste de Tukey. Para analisar a relação entre os tempos de corrida e as variáveis antropométricas, foi utilizado o teste de correlação de Pearson. A comparação entre os quartis foi feita utilizando-se a distância de dispersão entre os somatotipos (DDS) e a distância espacial entre os somatotipos (DES) para a análise das dispersões bidimensionais e tridimensionais dos somatotipos24. Como critério para determinação da existência de diferenças entre os grupos observou-se para a DDS valores ≥ 2 e para a DES ≥ 124. Em toda a análise foi considerado um p valor padrão de 0,05 e intervalo de confiança de 95%. Resultados: Atletas de 100 e 400m apresentaram somatotipo com dominância de mesomorfia e ectomorfia. A endomorfia foi baixa em ambos os grupos, especialmente em corredores de 400m que apresentaram tipo físico mais alongado do que os corredores de 100m. Quando comparados separadamente por quartis de desempenho, corredores de 100m de melhor qualificação (G100-G1) tinham somatotipo com dominância de mesomorfia, enquanto os corredores de 400m de melhor qualificação (G400-G1) tinham somatotipo com ectomorfia dominante. Foi observada uma correlação significativa (r = -0,55, p = 0,008) entre a circunferência de perna e os tempos na corrida de 100m o que mostra a importância da muscularidade, enquanto que uma correlação significativa (r = -0,53, p = 0,02) foi encontrada entre a estatura e os tempos na corrida de 400m mostrando a importância da linearidade. Conclusão: Corredores de 100 e 400m apresentam algumas diferenças nas características físicas, dependendo do nível de desempenho atlético. Avaliações antropométricas periódicas podem ajudar no processo de treinamento destes atletas. No entanto, parâmetros de avaliação mais específicos devem ser levados em conta, pois o somatotipo, por si só, não tem poder para predizer se um indivíduo terá sucesso em corridas de velocidade
Abstract: Objective: The aim of the study was to investigate physical characteristics and to examine association between somatotype and performance in collegiate runners of 100 m and 400 m. Methods: The sample, male runners (n=39) competing at the regional level in the state of Rio Grande do Norte, Brazil, had height, body mass, skinfolds, limb circumference and skeletal breadths measured. Then, the somatotype was calculated by Health-Carter method. Races (100 m and 400 m) were held to assess athletic performance. Descriptive statistics were calculated for the total sample, as well as for the 100 m and 400 m groups, and established four subgroups, named quartiles. For analysis between groups of runners (100 m x 400 m) was used Student's t test for independent samples. To examine the relationship between the race times and anthropometric variables, was used the Pearson correlation test. The somatotype dispersion distance and somatotype spatial distance were calculated among subgroups. One-way analysis of variance, the Wilcoxon test followed of Tukey post test, and correlation analysis were used with a significance level of p<0.05. Results: Somatotype with mesomorphy and ectomorphy dominance was exhibited by 100 m and 400 m athletes. Endomorphy was low in both groups, especially in 400m runners, who had more elongated body types than 100 m runners. When separately compared by athletic performance quartile, 100 m sprinters of better qualifications (G100-G1) had somatotype with dominant mesomorphy, whereas 400 m runners had somatotype with dominant ectomorphy. A significant correlation (r = -0.55, p=0.008) between calf circumference and 100 m race times was observed showing the importance of muscularity, whereas a significant correlation was found between height and 400 m race times (r = -0.53, p=0.02) showing the importance of linearity. Conclusion: Runners of 100 and 400 may show differences in physical characteristics, depending on the level of athletic performance. Anthropometric periodic evaluations may help in the training process of these athletes. However, more specific assessment parameters should be taken into account, because somatotype by itself has not power to predict whether an individual will succeed in racing speed
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13367
Appears in Collections:PPGCSA - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CaracterísticasFísicasSomatotipo_Figueiredo_2012.pdf707,37 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.