Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/13522
Title: O erotismo mítico da ninfeta
Authors: Barros, Lindinês Gomes de
Keywords: Erotismo;Ninfeta;Transgressão;Sedução;Eroticism;Transgression;Nymphettes;Seduction
Issue Date: 25-May-2007
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BARROS, Lindinês Gomes de. O erotismo mítico da ninfeta. 2007. 104 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Portuguese Abstract: Esta dissertação estabelece uma leitura, no campo das ciências sociais, com base numa arqueologia moderna, da figura da ninfeta, na construção romanesca do século XX. O livro do autor russo Wladimir Nabokov, intitulado Lolita, constitui nosso corpus literário, juntamente com o autor nacional, Mário Donato, Presença de Anita. Tais obras tiveram uma repercussão ímpar, envolvendo uma concepção erótica tomada como pornográfica e desconcertante. Recorremos à discussão de Georges Bataille e Foucault, a fim de observar através de um olhar constituinte de uma eroticidade, reconhecida enquanto experiência interior, não submetida à normatização, à normalização, ao disciplinamento. Tal natureza de experiência, provoca uma espécie de não-saber, refletindo a configuração das singularidades selvagens, propostas em Foucault, relacionadas com aquilo ainda inassimilável pelas instituições e pelas culturas. A concepção de Bataille sobre o erotismo nos dará condição de margear os corpos ninféticos para ver neles emergir a vertigem, a sua forma de abismo, o seu ser visto como maléfico, a sua força tentadora e de sedução. Visamos, ainda, ao enfoque do paradigma do homem e a natureza perdida, na direção abordada por Edgar Morin, na procura do estranhamento que as ninfetas provocam, imbuídas da problematicidade entre o homem, a morte e seu duplo. Trazendo interrogações entre a cultura e a biologia, remetendo ao estágio elementar de larva, evocando o que há de latente e pronto a se manifestar. Um corpo carregado de mitos e significação, tornando-se um corpo como mídia. Lolita no cinema, e Presença de Anita na tv, perturbadoras dos sistemas, desorganizadoras de uma sintaxe social fechada, projetando a possibilidade de uma sintaxe do desejo. Motivo simbólico, fenômeno social e cultural, objeto de representações. Propomos esta imersão/emersão no corpo ninfético, com o tudo de aventura discursiva e riscos que possam envolver-nos, ao atravessar fronteiras
Abstract: This dissertation establishes a viewpoint in the Social Cience Field of the Nymphs image in the romanesque construction of the twentieth century based in modern archaeology. Our literary corpus is constitututed by the book of the russian author callled Wladimir Nabokov entlited Lolita and the book Presença de Anita, from a brazilian author called Mario Donato. Both works had a singular repercussion involving an erotic conception wich was faced as pornographic and baffling. We appeal to Georges Bataille‟s and Foucault‟s discussion in order to observe it through an erotic viewpoint from an inner experience not submitted to normalizations. Such experiences provoke a feeling of something unknown and it reflects wild singularities proposed by Foucault and related with many misunderstanding things presented in institutions and cultures. Furthemore Bataille‟s conception about erotism will give us conditions to analyze nymphs‟ bodies in order to see themselves from their main characteristics, such as seduction and tempting and maligning forces. We still aim to focus the paradigm of mankind and nature in the direction presented by Edgar Morin. He analyzes some feelings that nymphs provoke and their relation between men and death. In adittion, we present in this issue some questions between culture and biology, focusing on the initial period of larva (wich means the beggining), bringing up what is ready to be born, a mythical and significant body shown in the media. Lolita in the cinema and A Presença de Anita in the TV was disturbing in society and it projected the possibility of a syntaxes of desire. It can has a symbolic purpose or it can be a kind of social and cultural phenomenon, wich is an object of representation. Our purpose is to immersion/emerge in the Nimphs‟s body with adventure and its risks at the same time in wich we are crossing frontiers
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13522
Appears in Collections:PPGCS - Mestrado em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ErotismoMíticoNinfeta_Barros_2007.pdf895.1 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.