Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/13541
Title: Violência, mídia e juventude: análise sobre o discurso adotado pelo jornalismo impresso sobre a realidade violenta de jovens da periferia da cidade do Natal
Authors: Pedrosa, Jasson Matias
Keywords: Mídia impressa;Juventude infratora;Violência;Media print;Infringing youth;Violence
Issue Date: 29-Sep-2008
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PEDROSA, Jasson Matias. Violência, mídia e juventude: análise sobre o discurso adotado pelo jornalismo impresso sobre a realidade violenta de jovens da periferia da cidade do Natal. 2008. 93 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Portuguese Abstract: O trabalho que se segue possui como objetivo principal a análise do discurso da mídia, com destaque aos jornais impressos, sobre atos e fatos envolvendo jovens infratores. O discurso adotado pelos colunistas de jornais, baseados em fórmulas e práticas jornalísticas consagradas, permite ao leitor uma visualização do ocorrido, com detalhes. Mas esta riqueza de informações, contraditoriamente, parece não permitir, muito menos incentivar a reflexão em torno do que está sendo lido. Todas as informações contidas na narrativa jornalística parecem apontar para o estabelecimento da manutenção do discurso reinante da violência e da repressão contra jovens infratores, provenientes, geralmente e na grande maioria das vezes, das periferias e bairros pobres das grandes cidades. Toda a gama de questões tão importantes diretamente relacionadas à violência cometida por estes jovens não aparece, não surge no texto jornalístico. Palavras como marginal , quadrilha reforçam preconceitos, estigmas contra essa juventude, pondo a sociedade em alerta constante, contra esses delinqüentes , malandros . O resultado da pesquisa foi parcial, mas pode concluir sobre a importância da mídia frente a esses fenômenos sociais que amedrontam a sociedade na atualidade
Abstract: The work that follows has as its main objective the analysis of the discourse of media, with emphasis on newspapers printed on acts and events involving young offenders. The speech adopted by columnists of newspapers, based on formulas and journalistic practices exist, allows the reader a view of what happened in detail. But this wealth of information, contradictorily, it seems not permit, much less to encourage reflection on the what is being read. All information contained in narrative journalism seem to point to the establishment of maintenance of speech reinante of violence and repression against young offenders, from, and generally in the vast majority of cases, from poor neighborhoods and suburbs of large cities. The whole range of such important issues directly related to violence committed by these young people does not appear, does not appear in the text journalism. Words such as "marginal", "square" reinforce prejudices, stigmas against the youth, putting the company on constant alert against such "criminals", "malandros." The result of the survey was partial, but can conclude about the importance of the media against those social phenomena that amedrontam the society at present
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13541
Appears in Collections:PPGCS - Mestrado em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ViolênciaMídiaJuventude_Pedrosa_2008.pdf274,04 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.