Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/15781
Title: Avaliação da molhabilidade de soluções de tensoativos em aço inoxidável
Other Titles: Evaluation of wetting of surfactant solutions in Stainless steel
Authors: Nascimento, André Ezequiel Gomes do
Keywords: Ângulo de contato;Molhabilidade;Aço inoxidável;Tensoativos;Contact angle;Wettability;Stainless steel;Surfactants
Issue Date: 4-Sep-2009
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: NASCIMENTO, André Ezequiel Gomes do. Evaluation of wetting of surfactant solutions in Stainless steel. 2009. 108 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Regionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Portuguese Abstract: Com o crescente aumento da industrialização, provocado pela globalização do planeta, tornou-se cada vez mais comum a busca por materiais de alta resistência e durabilidade para os mais diversificados ramos de atividades. Assim, a produção e procura por materiais que atendam estas exigências tornou-se cada vez maior com o passar dos anos. Logo, um dos materiais que vêm preenchendo bem os requisitos necessários para esta aplicação é o aço inoxidável, devido às suas diversas características aplicáveis aos diferentes ramos da indústria. O interesse das companhias de petróleo por reservas de óleos pesados vem apresentando aumento constante durante as últimas décadas. As propriedades reológicas destes óleos impedem o seu transporte em sistemas convencionais de fluxo. A partir deste problema surge a necessidade do desenvolvimento de tecnologias que permitam melhorar o escoamento e transporte, reduzindo os custos de operação, para, assim, viabilizar a produção de óleo no reservatório. Diante disto, surge o transporte através de sistemas contendo tensoativos, que reduzem as tensões interfaciais, facilitando o escoamento do óleo através do duto, reduzindo as perdas de carga por atrito. Para verificar estas interações estudou-se a molhabilidade das superfícies, que é representada pela medida do ângulo de contato de soluções de tensoativo com placas planas de aço inoxidável 304. Foram utilizadas soluções de KCl, tensoativos e misturas de tensoativos com cadeia carbônica linear e aromática de grupos etoxilados variando de 3 a 100. Para determinação da molhabilidade foi utilizado o goniômetro DSA 100, Krüss. A fim de observar a influência da rugosidade na molhabilidade, a placa de aço inoxidável foi usinada e polida com diferentes lixas de referência de 100 até 1200. Os resultados obtidos mostraram que lixar e polir a placa resulta em diminuição da molhabilidade. Quanto às soluções de tensoativos, estas apresentaram melhor molhabilidade em aço inoxidável do que as soluções de KCl testadas. Também foi observado que a mistura de tensoativos é uma opção considerável, uma vez que apresentou ângulos de contato satisfatórios para uma boa molhabilidade na placa de aço inoxidável. Outro fato observado é que a etoxilação também interfere na molhabilidade, reduzindo o ângulo de contato com a redução da etoxilação. Isto nos leva a concluir que tensoativos com maior etoxilação, sendo mais hidrofóbicas, diminuem a interação da água com o duto e, consequentemente, o atrito com o mesmo, melhorando assim o escoamento
Abstract: With the increasing industrialization of the planet caused by globalization, it has become increasingly common to search for highly resistant and durable materials for many diverse branches of activities. Thus, production and demand for materials that meet these requirements have constantly increased with time. In view of this, stainless steel is presented as one of the materials which are suitable applications, due to many features that are interesting for several segments of the industry. Concerns of oil companies over heavy oil reservoirs have grown steadily for the last decades. Rheological properties of these oils impair their transport in conventional flow systems. This problem has created the need to develop technologies to improve flow and transport, reducing operation costs so as to enable oil production in the reservoir. Therefore, surfactant-based chemical systems are proposed to optimize transport conditions, effected by reduction of interfacial tensions, thereby enhancing the flow of oil in ducts and reducing load losses by friction. In order to examine such interactions, a study on the wettability of metallic surfaces has been undertaken, represented by measuring of contact angle of surfactant solutions onto flat plates of 304 stainless steel. Aqueous solutions of KCl, surfactants and mixtures of surfactants, with linear and aromatic hydrocarbon chain and ethoxylation degrees ranging between 20 to 100, have been tested. The wettability was assessed by means of a DSA 100 krüss goniometer. The influence of roughness on the wettability was also investigated by machining and polished the stainless steel plates with sandpapers of references ranging between 100 of 1200. The results showed that sanding and polishing plates result in decrease of wettability. As for the solutions, they have provided better wettability of the stainless steel than the KCl solutions tested. It was also been concluded that surfactant mixtures is an option to be considered, since they promote interactions that generate satisfactory contact angles for a good wettability on the stainless steel plate. Another conclusion refers to the influence of the ethoxylation degree of the nonionic surfactant molecules on wettability. It has been observed that contact angles decrease with decreasing ethoxylation degrees. This leads us to conclude that molecules with higher ethoxylation degree, being more hydrophobic, decrease the interaction of water with the ducts, thereby reducing friction and improving the flow
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15781
Appears in Collections:PPGEQ - Mestrado em Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AndreEGN_DISSERT.pdf
Restricted Access
1.33 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy
AndreEGN_DISSERT_PARCIAL.pdf439.46 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.