Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/16302
Title: Registros de ordens e ocorrências: uma prática de letramento no trabalho da enfermagem hospitalar
Authors: Paz, Ana Maria de Oliveira
Keywords: Práticas de letramento no trabalho;Registros de enfermagem;Etnografia;Linguística Aplicada;Literacy practices at work;Nursing documentation;Ethnography;Applied linguistics
Issue Date: 6-Nov-2008
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PAZ, Ana Maria de Oliveira. Registros de ordens e ocorrências: uma prática de letramento no trabalho da enfermagem hospitalar. 2008. 189 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Portuguese Abstract: A produção de registros constitui uma prática da enfermagem hospitalar, tendo sua efetivação instituída e orientada por lei. Dentre as práticas de escrita da área, o registro de ordens e ocorrências é concebido como o resumo do plantão, dos problemas e das ocorrências mais importantes, apresentando-se como documento e instrumento de comunicação utilizado por profissionais a cada turno de trabalho. Seu principal propósito consiste em disponibilizar informações que possibilitem não apenas a continuidade das atividades, mas também a sequencialidade da assistência oferecida aos pacientes. Considerando a complexidade dessa prática de letramento, este estudo, que se desenvolve no cenário de uma instituição pública hospitalar, tem como objetivo compreender e descrever o processo de efetivação e uso dos referidos registros, com vistas a explicar sua implementação no domínio da enfermagem. A discussão se situa no campo da Linguística Aplicada contemporânea e sua relevância reside nas conexões que estabelece entre as abordagens linguísticas e as questões de linguagem inerentes à esfera institucional do trabalho. Em termos teóricos, fundamenta-se nas postulações dos estudos de letramento, elegendo como categorias de análise os elementos: participantes, domínio, artefatos e atividades, estabelecidos por Hamilton (2000), ao discorrer sobre eventos e práticas de letramento. Metodologicamente, a abordagem proposta segue orientações da pesquisa etnográfica na medida em que resulta da imersão do pesquisador no universo investigado com a utilização de conjunto de técnicas do olhar e do perguntar para depreender como agem e o que dizem os sujeitos em relação à elaboração dos registros em estudo. O corpus da pesquisa compreende 100 registros de ordens e ocorrências, observações de campo, 04 sessões reflexivas e entrevistas dirigidas realizadas com 36 profissionais de enfermagem. A análise dos dados evidencia a importância documental e interacional dessa prática ao mesmo tempo em que revela dificuldades de natureza informacional, composicional e normativa em termos de aspectos legais e linguísticos. Nesse sentido, conclui-se que essas questões merecem ser discutidas por meio de processo de intervenção, especialmente em eventos de formação continuada, na perspectiva de que os profissionais de enfermagem possam aprimorar procedimentos no tocante à tarefa de elaboração dos registros de ordens e ocorrências
Abstract: Nursing documentation is a literacy practice which is regulated by law. Among the written practices of the literacy field, nursing registration is understood as the attendance resume of the main problems and occurrences on duty. In other words it is a document and a communication instrument used by hospital orderly on duty. It s main goal is to keep a record of the information which is necessary to the continuity of the activities as well as to the assistance to the patients. Taking into consideration the complexity of this kind of literacy practice, this study which took place in a hospital context, aims at studying the nursing registration process in order to explain its implementation in the nursing field. The discussion is situated in the area of applied linguistics, and it makes a linkage between linguistics approaches and language questions which are related to the area of discourse at work. The theoretical foundations come from contemporary literacy studies such as Hamilton (2000) who proposes the following categories: participants, domain, artifacts and activities. The analysis was guided by the principles of the ethnographic methodology which proposes that the researcher spends much time in the field and uses a set of techniques in order to collect data related to the subjects speech as well as their deeds concerning the research main object. The data were collected through field observations, analysis of 100 nursing records, 04 reflective sessions and interviews as well involving 36 nurses. On one hand, the analysis reveals the importance of the nursing records in terms of documentation and communication. On the other hand, it shows informational, compositional as well as normative difficulties in terms of linguistics and legal aspects. For, we conclude that these questions need to be addressed through the process of intervention especially in events of teacher in service activities so that the professional nurses may improve their practice in relation to the elaboration of the nursing documentation on duty
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16302
Appears in Collections:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaMOP_TESE.pdf
Restricted Access
1.18 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy
AnaMOP_TESE_PARCIAL.pdf309.44 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.