Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/16436
Title: Migração e seletividade na região nordeste: um estudo a partir dos dados do censo demográfico de 2010
Authors: Dantas, Ana Raquel Matias
Keywords: Migração. Seletividade. Diferencial de Renda;Migration. Selectivity. Income Differential
Issue Date: 25-Jun-2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: DANTAS, Ana Raquel Matias. Migração e seletividade na região nordeste: um estudo a partir dos dados do censo demográfico de 2010. 2013. 75 f. Dissertação (Mestrado em Cidades e dinâmica urbana; Estado e políticas públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: O objetivo desse estudo é analisar o efeito da migração sobre o diferencial de renda entre os imigrantes e não-migrantes nordestinos e, com isso, verificar se os imigrantes compõem ou não um grupo positivamente selecionado. O pressuposto que será testado é o de que a presença desses imigrantes afeta a desigualdade de renda da região receptora, o que pode explicar parte da elevada desigualdade deparada no Nordeste brasileiro. O estudo está baseado na literatura de seletividade migratória introduzida por Roy (1951), Borjas (1987) e Chiswick (1999). Será estimada a equação de salários de Mincer (1974) por meio do Método de Mínimos Quadrados Ordinários, utilizando as informações dos microdados da amostra do Censo de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os resultados que correspondem à comparação do perfil socioeconômico, mostraram que os imigrantes são mais qualificados e, em média, mais bem pagos que os não-migrantes. Com a estimação do modelo, verificou-se que, mantendo as demais variáveis constantes, a renda que os imigrantes auferem é 14,43% maior que a dos não-migrantes. Dessa forma, constatou-se existência de seletividade positiva nas migrações dirigidas à região Nordeste
Abstract: The aim of this study is to analyze the effect of migration on the income differential between northeastern migrants and nonmigrants and there by verify that the immigrants make up a group or not positively selected. The assumption that will be tested is that the presence of these immigrants affects income inequality in the region receptor, which may explain part of the high-stopping inequality in the Brazilian Northeast. The study is based on the literature selectivity migration introduced by Roy (1951), Borjas (1987) and Chiswick (1999). Does the estimated wage equation Mincer (1974) through the method of OLS, using information from the microdata sample of the 2010 Census, the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE). The results which correspond to the comparison of socioeconomic profile, showed that immigrants are more qualified and, on average, better paid than non-migrants. With the estimation of the model, it was found that, keeping all other variables constant, the income that immigrants earn is 14.43% higher than that of non-migrants. Thus, there was existence of positive selectivity in migration directed to the Northeast
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16436
Appears in Collections:PPGEUR - Mestrado em Estudos Urbanos e Regionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaRMD_DISSERT.pdf916.58 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.