Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/16693
Title: Ánálise da capacidade funcional e da distribuição regional da ventilação pulmonar em pacientes com doença de chagas
Authors: Oliveira, Georges Willeneuwe de Sousa
Keywords: Doença de Chagas;Tolerância exercício;Insuficiência cardíaca;Chagas disease;Exercise tolerance;Heart failure
Issue Date: 31-Aug-2010
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Georges Willeneuwe de Sousa. Ánálise da capacidade funcional e da distribuição regional da ventilação pulmonar em pacientes com doença de chagas. 2010. 91 f. Dissertação (Mestrado em Movimento e Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Portuguese Abstract: INTRODUÇÃO: As manifestações pulmonares e cardíacas da Doença de Chagas (DC) afetam entre 20 a 30% dos indivíduos infectados. A Cardiomiopatia Chagásica Crônica (CCC) possui algumas particularidades tais como arritmias e, principalmente a Insuficiência Cardíaca (IC), sendo potencialmente letal devido a disfunção ventricular esquerda. Como alterações respiratórias, os pacientes adquirem progressivo prejuízo da capacidade funcional, o que contribui para uma pobre qualidade de vida relacionada à doença. As medidas dos volumes pulmonares através do movimento da superfície caixa torácica surgem como alternativa de avaliação da função pulmonar e da cinemática do complexo tóraco-abdominal para estes pacientes. OBJETIVO: analisar a cinemática do complexo tóraco-abdominal através dos volumes pulmonares regionais e correlacionar com avaliação funcional do sistema cardiorrespiratório em pacientes com Doença de Chagas durante o repouso. MATERIAIS E MÉTODOS: estudo transversal com 42 sujeitos que foram alocados em 3 grupos, sendo 15 composta por pacientes com CCC, 12 pacientes com IC de diferentes etiologias e 15 idosos saudáveis. Foi utilizado um pletismógrafo opto eletrônico (POE), questionário de Minessota, teste de caminhada 6 minutos, espirometria e manovacuometria. RESULTADOS: Observou-se no TC6min onde o grupo idosos apresentou maior distância percorrida 464,93±44,63m vs Grupo IC com 399,58± 32,1m (p=0,005) e grupo CCC 404±68,24m (p=0,015), ambos os grupos apresentam diferença estatística com relação ao Grupo Idosos. Na manovacuometria o grupo idosos apresentou 81,31%±15,25 do predito vs 54,59%±19,98 do grupo CCC e 42,11%±13,52 do grupo IC, apresentando (p<0,05) em relação ao grupo Idosos. Na POE observou-se uma maior contribuição do compartimento abdominal no grupo IC o que não aconteceu com os grupos CCC e controle. Com base no questionário de qualidade de vida de Minessota, verificou-se um baixo escore nos grupos CCC e IC 43,2±15,2 e 44,4±13,1, respectivamente (p<0,05) quando comparados ao grupo controle (19,6±17,31). CONCLUSÃO: os dados sugerem que os pacientes com CCC possuem mesmas características funcionais e respiratórias, observadas pela POE, TC6min, manovacuometria e espirometria aos pacientes do grupo IC, a capacidade funcional apresentou-se diminuída, podendo considerar intervenções semelhantes para esse grupo como terapêutica complementar dessa doença negligenciada
Abstract: INTRODUCTION: Cardiac and pulmonary manifestations of the Chagas disease (CD) affect between 20-30% of the infected subjects. The chronic Chagas cardiomyopathy (CCC) has some peculiarities such as arrhythmias and, especially heart failure (HF) and is potentially lethal due to left ventricular dysfunction. How respiratory disorders, patients get progressive loss of functional capacity, which contributes to a poor quality of life related to disease. Measurements of lung volume by the movement of the chest wall surface are an alternative evaluation of lung function and kinematics of complex thoracoabdominal for these patients. OBJECTIVE: evaluate the kinematics of the thoracoabdominal complex through the regional pulmonary volumes and to correlate with functional evaluation of the cardiorrespiratory system in patients with Chagas disease at rest. MATERIALS AND METHODS: a cross-section study with 42 subjects had been divided in 3 groups, 15 composed for patients with CCC, 12 patients with HF of different etiologies and 15 healthful presented control group. An optoelectronic plethysmography (POE), Minnesota questionnaire, six minute walk test, spirometer and manovacuometer was used. RESULTS: It was observed in the 6MWT where group CRL presented greater distance 464,93±44,63m versus Group HF with 399,58± 32,1m (p=0,005) and group CCC 404±68,24m (p=0,015), both the groups presented difference statistics with regard to Group CRL. In the manovacuometer 54,59±19,98; of the group CCC and 42,11±13,52 of group IC found group CRL presented 81,31±15,25 of the predicted versus, presenting in relation to group CRL. In the POE it observed a major contribution in abdominal compartment in patients with IC if compared like CCC and control groups. On the basis of the questionnaire of quality of life of Minessota, verified a low one groups CCC and IC 43,2±15,2 and 44,4±13,1, respectively (p<0,05) when compared with the control group (19,6±17,31). CONCLUSION: it seems that the patients with CCC possess same functional and respiratory characteristics, observed for the POE, 6MWT, manovacuometer and spirometer to the patients of group HF, being able to consider similar interventions for this complementary group as therapeutical of this neglected disease
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16693
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GeorgesWSO_DISSERT.pdf985,77 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.