Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/16730
Title: Custos e benefícios de um programa de exercício aeróbios na doença pulmonar obstrutiva crônica: ensaio cliníco aleatório controlado
Authors: Farias, Catharinne Angélica Carvalho de
Keywords: DPOC. Exercício. Custos. Reabilitação Pulmonar;COPD. Exercise. Costs. Pulmonary Rehabilitation
Issue Date: 6-Jul-2012
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FARIAS, Catharinne Angélica Carvalho de. Custos e benefícios de um programa de exercício aeróbios na doença pulmonar obstrutiva crônica: ensaio cliníco aleatório controlado. 2012. 107 f. Dissertação (Mestrado em Movimento e Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Portuguese Abstract: A Reabilitação Pulmonar, especialmente devido aos exercícios aeróbios, impacta positivamente na redução da morbidade/mortalidade do paciente com DPOC, entretanto o impacto econômico com custos de da implementação de programas simples de exercícios aerobios são escassos. Trata-se de um ensaio clínico aleatório controlado cego, que objetivou avaliar os custos e os benefícios de um programa simples de exercícios aeróbios em indivíduos com DPOC, considerando os custos financeiros do Sistema Público de Saúde e seus desfechos secundários. Foram avaliadas a função pulmonar, a distância percorrida no teste da caminhada dos 6 minutos, a força muscular respiratória e periférica, a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS), a composição corporal e o nível de atividade de vida diária (AVD) antes e após oito semanas de um programa de exercícios aeróbicos composto por de orientações educacionais para ambos os grupos, controle e intervenção e caminhadas supervisionadas para o grupo intervenção. Os custos sanitários gerados em ambos os grupos foram calculados seguindo tabela do Sistema de Saúde Público Brasileiro. A amostra foi composta por quarenta pacientes, sendo dois excluídos na fase inicial por dessaturação durante o teste de caminhada de seis minutos. Foram aleatorizados em grupo controle e grupo intervenção trinta e oito pacientes, sendo que três foram excluídos do grupo controle e um foi excluído do grupo intervenção. Ao final, trinta e quatro DPOC compuseram a amostra, 16 no grupo controle e 18 no grupo intervenção (VEF1: 50.9 ± 14 %pred e VEF1: 56 ± 0.5 %pred, respectivamente). Após para intervenção, o grupo intervenção apresentou melhora nos metros caminhados, na sensação de dispneia e fadiga, no trabalho realizado, índice de BODE (p<0.01), na QVRS, no nível de AVD (p<0.001) além de incremento da força dos membros inferiores (p<0.05). O custo final do programa para o grupo intervenção foi de R$ 148.75, incluindo: avaliações, caminhadas supervisionadas por um fisioterapeuta e as reavaliações. Nenhum paciente do GI apresentou exacerbação, enquanto no GC 2 pacientes exacerbaram, gerando um custo individual médio de R$ 689.15. Os exercícios aeróbios na modalidade de caminhadas demonstraram significantes benefícios clínicos e a viabilidade econômica de sua implementação, devido ao baixo custo e de fácil acessibilidade para os pacientes, permitindo que estes possam adicionar as suas atividades diárias a prática de exercícios aeróbios
Abstract: Pulmonary Rehabilitation, especially due to aerobic exercise, positive impact in reducing morbidity/mortality of patients with COPD, however the economic impact with costs of implementing simple programs of aerobic exercise are scarce. This is a blind randomized clinical trials, which aimed to evaluate the costs and benefits of a simple program of aerobic exercise in individuals with COPD, considering the financial costs of the Public Health System and its secondary endpoints. We evaluated lung function, the distance walked during six minutes of walking, the respiratory and peripheral muscle strength, quality of life related to health (QLRH), body composition and level of activity of daily living (ADL) before and after eight weeks of an aerobic exercise program consisting of educational guidance for both groups, control and intervention and supervised walks to the intervention group. The health costs generated in both groups were calculated following table Brazilian Public Health System. The sample consisted of forty patients, two being excluded in the initial phase of desaturation during the walk test six minutes. Were randomized into control and intervention group thirty-eight patients, three were excluded from the control group and one was excluded from the intervention group. At the end, thirty-four COPD comprised the sample, 16 in the control group and 18 in the intervention group (FEV1: 50.9 ± 14% pred and FEV1: 56 ± 0.5% pred, respectively). After for intervention, the intervention group showed improvement in meters walked, the sensation of dyspnea and fatigue at work, BODE index (p <0.01) in QLRH, ADL level (p <0.001) as well as increased strength lower limbs (p <0.05). The final cost of the program for the intervention group was R $ 148.75, including: assessments, hiking supervised by a physiotherapist and reassessments. No patient had exacerbation of IG, while 2 patients in the CG exacerbated, generating an average individual cost of R $ 689.15. The aerobic exercises in the form of walking showed significant clinical benefits and economic feasibility of its implementation, due to low cost and easy accessibility for patients, allowing them to add their daily practice of aerobic exercises
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16730
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CatharinneACF_DISSERT.pdf1.45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.