Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/16988
Title: A Família do tesouro: a monumentalização da família Albuquerque Maranhão e a luta pelo poder no Rio Grande do Norte (1889-1914)
Authors: Costa, Helensandra Lima da
Keywords: Monumentalização. Albuquerque Maranhão. Historiografia tradicional. Espaço. Urbanização. Lutas políticas;Monumentalization. Albuquerque Maranhão. Traditional historiography. Space. Urbanization. Political battles
Issue Date: 27-Aug-2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: COSTA, Helensandra Lima da. A Família do tesouro: a monumentalização da família Albuquerque Maranhão e a luta pelo poder no Rio Grande do Norte (1889-1914). 2013. 134 f. Dissertação (Mestrado em História e Espaços) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: O objetivo do presente trabalho é discutir a construção de um processo de monumentalização da família Albuquerque Maranhão que se evidenciou tanto na historiografia tradicional norte-rio-grandense, representada por Tavares de Lyra, Rocha Pombo e Câmara Cascudo, quanto se refletiu nos espaços urbanos da cidade do Natal. Para compreendermos esse processo, pretendemos analisar as produções dos autores supracitados, bem como estudos mais recentes, buscando perceber ou identificar neles uma tentativa de vinculação do nome da família Albuquerque Maranhão à história do estado, o que acabou dando visibilidade a esse grupo, tornando-os personagens de destaque no cenário da história local, investindo-os de um caráter monumental. Além da análise historiográfica, observaremos as modificações da paisagem urbana da cidade do Natal no início do século XX orquestradas por membros dessa família, que vincularam sua estirpe aos espaços públicos de uma cidade nova e moderna. Por meio desse exame, teremos condições de perceber que tais práticas acabaram se revelando como palco de disputas políticas entre os Albuquerque Maranhão e os grupos de oposição que ansiavam retirá-los tanto do centro das narrativas históricas sobre o Rio Grande do Norte, bem como do espaço político do estado, ambiente de domínio exclusivo desse grupo por quase vinte anos
Abstract: The objective of this study is to discuss the process of building a family monumentalization Albuquerque Maranhão showed that both the traditional historiography of Rio Grande do Norte, represented by Tavares de Lyra, Rocha Pombo e Câmara Cascudo, as reflected in urban areas of Natal. To understand this process, we intend to analyze the production of the aforementioned authors as well as more recent studies, trying to discern or identify an attempt to link them to the family name to the history of Albuquerque Maranhão State, which ended up giving visibility to this group, making it the characters featured in the scenario of local history, investing them with a monumental character. In addition to historical analysis, we observe changes in the urban landscape of the city of Natal in the early twentieth century orchestrated by members of this family, which tied his line to public spaces for a new and modern city. Through this review, we will be able to realize that such practices turned out to be a stage of political disputes between Albuquerque Maranhão and opposition groups who were anxious to remove them both from the center of historical narratives on the Rio Grande do Norte, as well as the political space of the State environment exclusive domain of this group for nearly twenty years
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16988
Appears in Collections:PPGH - Mestrado em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HelensandraLC_DISSERT.pdf4.88 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.