Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/17515
Title: Concepções e práticas da psicologia escolar :um olhar através do estágio curricular supervisionado
Authors: Câmara, Rosa Angélica de Mendonça
Keywords: Psicologia Escolar;Concepções de Psicologia Escolar;Modelos de atuação;Formação do psicólogo;Estágio curricular supervisionado;School psychology;Conceptions of school psychology;Models of psychological practice;Professional training;Curricular supervised training
Issue Date: 19-May-2006
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CÂMARA, Rosa Angélica de Mendonça. Concepções e práticas da psicologia escolar :um olhar através do estágio curricular supervisionado. 2006. 107 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Portuguese Abstract: A Psicologia Escolar, apesar de apresentar dificuldades, principalmente relacionadas ao papel que deve ser desempenhado por seus profissionais nas instituições educativas e à inserção dos mesmos no mercado de trabalho, é uma área em crescimento. A formação acadêmica, além de outras instâncias, desempenha um importante papel nos problemas enfrentados pela Psicologia Escolar. Este trabalho constitui-se em uma investigação das concepções de Psicologia Escolar e da prática nas instituições educativas, sob o ponto de vista da formação acadêmica, representada pelo estágio curricular supervisionado. O estágio curricular supervisionado foi escolhido por ser uma etapa representativa dentro do processo da formação. Para realizar este estudo, analisamos os relatórios de estágio, documentos elaborados ao final do estágio como requisito para aprovação nesta atividade curricular, das décadas de 1980 e 1990. Como resultados principais, destacamos a coexistência, durante a década de 1980, de dois modelos de atuação psicológica comuns no meio educativo, o modelo clínico e o educacional, com a predominância do primeiro modelo. Durante a década de 1990, ocorre essa mesma coexistência, porém a predominância passa a ser do modelo educacional. Percebemos que este último assume a posição de mais adequado, mas não consegue a consolidação. As atividades praticadas pelos estagiários evidenciam essa mescla entre os dois principais modelos de atuação. Na década de 1980, por exemplo, as atividades mais comuns foram a observação das crianças (45,9%), a orientação de professores (40,5%) e o psicodiagnóstico (37,8%), enquanto que em 1990, as atividades mais praticadas foram a participação em reuniões com equipe técnica (66,6 %), a orientação de pais (58,0 %), a orientação de professores (50,0 %) e o atendimento individualizado com alunos (41,6 %). As conclusões voltam-se para uma formação acadêmica, representada pelo estágio curricular supervisionado, em sintonia com o exercício profissional
Abstract: School psychology can be considered a growing professional field in Brazil, in spite of the difficulties concerning both the role of the psychologists in the schools and the restrictions of the labor market. Professional training is one of the most problems faced by the area. The present study is an attempt to investigate the conceptions of school psychology and the practice of the school psychologists inside de educational agencies, from the point of view of the professional training, expressed by curricular supervised training. The reason for this choice was the important role played by supervised training in the process of professional training. To carry out this study, supervised training reports written in the 1980s and the 1990s used in the student evaluation process were examined. As the main results, we point out the co-existence during the 1980-decade of two models of psychological practice: the clinical and the educational, with the dominance of the first one. During the 1990-decade, we can observe the co-existence of the same models with the dominance (but not the hegemony) of the educational model, as shown by the activities of the students. In the 1980s, for instance, the most common activities were observation of the children (45.9%), teachers guidance (40.5%) and psychodiagnostic (37.8%). In the 1990s, the main activities were participation in staff briefings (66.6%), parents guidance (58.0%), teachers guidance (50.0%) and students counseling (41.6%). Aspects related to the importance of professional training - represented by curricular supervised training - to the professional practice are discussed
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17515
Appears in Collections:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RosaAMC.pdf430,39 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.