Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/18082
Title: Avaliação da contribuição de desenvolvedores para projetos de software usando mineração de repositórios de software e mineração de processos
Authors: Costa, Daniel Alencar da
Keywords: Mineração de repositório de software. Mineração de processos. Contribuição de desenvolvedores de software;Software repository mining. Process mining. Software developer contribution
Issue Date: 1-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: COSTA, Daniel Alencar da. Avaliação da contribuição de desenvolvedores para projetos de software usando mineração de repositórios de software e mineração de processos. 2013. 156 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: Mineração de Repositórios de Software (MSR) é uma área que procura analisar repositórios de software em busca de informações relevantes para a pesquisa e para a prática na engenharia de software. As minerações buscam transformar informações estáticas de repositórios de software (sistemas de gerência de configuração e mudanças) em informações relevantes que auxiliam a tomada de decisão dentro do contexto de projetos de software. Por outro lado, a área de Mineração de Processos (MP) busca descobrir características dos processos que são utilizados em organizações para auxiliar na melhoria e documentação destes processos. Trabalhos recentes têm buscado utilizar as técnicas de MSR e de MP para realizar diversas análises na área de Engenharia de Software, tais como: (i) estudar a evolução dos projetos de software (ii) entender o processo de software real utilizado em um determinado projeto; e (iii) criar modelos de predições de defeitos. Contudo, poucos destes trabalhos buscam utilizar as técnicas de MP e MSR com o objetivo de analisar a contribuição de desenvolvedores na implementação de sistemas de software. Esta dissertação de mestrado propõe a condução de estudos experimentais que buscam avaliar a contribuição de desenvolvedores de software para projetos, através da utilização das técnicas de MSR e MP. A contribuição dos desenvolvedores é avaliada sob três diferentes perspectivas: (i) commits defeituosos; (ii) tamanho dos commits; e (iii) resolução de bugs prioritários. Dois projetos de software (um open-source e outro privado) foram analisados sob estas três perspectivas. Para o projeto open-souce, 12.827 commits e 8.410 bugs foram avaliados, enquanto que para o projeto privado, 4.663 commits e 1.898 bugs foram avaliados. Os resultados obtidos indicam que para o projeto open-source os desenvolvedores classificados como desenvolvedores core, são os que mais produzem commits defeituosos (embora também sejam os que mais produzem commits), são os que contribuem com commits de maior tamanho de código e também contribuem com mais bugs prioritários solucionados. Já para o projeto privado, os resultados não indicaram uma diferença estatisticamente significativa entre os grupos de desenvolvedores
Abstract: Software Repository Mining (MSR) is a research area that analyses software repositories in order to derive relevant information for the research and practice of software engineering. The main goal of repository mining is to extract static information from repositories (e.g. code repository or change requisition system) into valuable information providing a way to support the decision making of software projects. On the other hand, another research area called Process Mining (PM) aims to find the characteristics of the underlying process of business organizations, supporting the process improvement and documentation. Recent works have been doing several analyses through MSR and PM techniques: (i) to investigate the evolution of software projects; (ii) to understand the real underlying process of a project; and (iii) create defect prediction models. However, few research works have been focusing on analyzing the contributions of software developers by means of MSR and PM techniques. In this context, this dissertation proposes the development of two empirical studies of assessment of the contribution of software developers to an open-source and a commercial project using those techniques. The contributions of developers are assessed through three different perspectives: (i) buggy commits; (ii) the size of commits; and (iii) the most important bugs. For the opensource project 12.827 commits and 8.410 bugs have been analyzed while 4.663 commits and 1.898 bugs have been analyzed for the commercial project. Our results indicate that, for the open source project, the developers classified as core developers have contributed with more buggy commits (although they have contributed with the majority of commits), more code to the project (commit size) and more important bugs solved while the results could not indicate differences with statistical significance between developer groups for the commercial project
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18082
Appears in Collections:PPGSC - Mestrado em Sistemas e Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DanielAC_DISSERT.pdf1.35 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.