Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/18948
Title: Fragilidade ambiental da bacia hidrográfica do Rio Seridó (RN/PB Brasil)
Authors: Pereira Neto, Manoel Cirício
Keywords: Ecodinâmica. Fragilidade. Bacia hidrográfica. Desertificação. Seridó;Ecodinamic. Fragility. Watershed. Desertification. Seridó
Issue Date: 24-Apr-2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PEREIRA NETO, Manoel Cirício. Fragilidade ambiental da bacia hidrográfica do Rio Seridó (RN/PB Brasil). 2013. 118 f. Dissertação (Mestrado em Dinâmica e Reestruturação do Território) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: São inúmeras as aplicações provenientes dos estudos geomorfológicos e seus diferentes elementos constituintes e inter-relacionados à implantação de políticas públicas de planejamento e gestão territorial ambiental. Esta dissertação de mestrado apresenta uma análise da fragilidade ambiental da bacia hidrográfica do Rio Seridó, localizado entre os estados da Paraíba e Rio Grande do Norte (Brasil), para a identificação de áreas potencialmente instáveis. Este estudo encontra-se apoiado na abordagem metodológica de Ecodinâmica do francês J. Tricart (1977) e em sua proposta de operacionalização defendida pelo brasileiro J. Ross (1994), referente às Unidades Ecodinâmicas de Instabilidade Potencial e Emergente, com base nos índices de dissecação do relevo ou rugosidade topográfica. Os resultados revelam que em uma perspectiva quantitativa sobre a análise da referida bacia hidrográfica, estes valores podem ser traduzidos em classes de fragilidade potencial em torno dos 2.613,0 km² de fraca intensidade, 5.188,4 km² de média intensidade, e dos 2.585,5 km² de forte intensidade. No que diz respeito para a fragilidade emergente, estes se aproximam dos 2.212,0 km² de fraca intensidade, 6.191,23 km² de média intensidade, e 2.062,34 km² de forte intensidade. No caso da bacia hidrográfica em questão, a degradação se torna particularmente eficaz nas áreas mais dissecadas, onde as condições ecológicas, em sinergia a degradação ambiental, impedem a regeneração da cobertura vegetal quando surge uma oportunidade para o (re)estabelecimento de seu tênue equilíbrio. Os dados obtidos assumem uma importância fundamental para o planejamento territorial ambiental da bacia hidrográfica em questão, uma vez que podemos ainda verificar uma intrínseca associação dos municípios componentes do núcleo de desertificação com as áreas de forte instabilidade/fragilidade ambiental. Trata-se, portanto de um importante instrumento indicativo ao entendimento da susceptibilidade potencial dos ambientes naturais e antropizados, em relação ao avanço e/ou intensificação dos processos erosivos, quedas de blocos, movimentos de massa, dentre outros fenômenos atuantes de áreas potencialmente instáveis. A continuação detalhada destes estudos torna-se, portanto objeto de extrema relevância para o entendimento e arranjo dos processos, juntamente ao engendramento e sustentabilidade do sistema em sua totalidade; em estreita correlação, pois às suas potencialidades, restrições e alternativas sobre a bacia hidrográfica do Rio Seridó, e em todo o semiárido com características semelhantes
Abstract: There are many applications coming from geomorphological studies and their different constitutive and inter related elements, to the implementation of public politics of planning and environmental management. This search presents an analysis of the environmental fragility of the watershed of Seridó River, situated between the states of Paraíba and Rio Grande do Norte (Brazil), including the identification of possible unstable areas. It is based on the methodological approach of Ecodynamics of the French researcher J. Tricart (1977) and on the operalisation proposal advocated by the Brazilian J. Ross (1994), related to the Potential and Emerging Ecodynamic Units, grounded in the Relief s Dissection Index or the topographic roughness, soil, rainfall and land use/vegetal cover. Under a quantitative perspective, the results obtained from the analysis of the watershed can be divided into classes of potential fragility: around 2.613,0 km² of low intensity, 5.188,4 km² of medium intensity and 2.585,5 km² of high intensity. Concerning the emerging fragility, the results are close to 2.212,0 km² of low intensity, 6.191,23 km² of medium intensity and 2.062,34 km² of high intensity. In the case of the watershed in question, the environmental degradation is particularly effective in the areas more dissected, where the ecological conditions, in synergy the environmental degradation, prevent the regeneration of vegetation when arises an opportunity for the (re)establishment of its equilibrium tenuous. The collected data is relevant for the territorial and environmental planning of the watershed, once we can still verify a close association of the cities on the central area of desertification with the areas of high environmental instability/fragility. This is an important tool to the understanding of the potential susceptibility of the natural and anthropic environments related to the advance and/or intensification of the erosion process, rock falls, mass movements, among other phenomena inside the potential unstable areas. From this perspective, the continuity of this research becomes extremely important to the understanding and arrangement of the process, together with the engendering and sustainability of the system in its totality; in narrow correlation because their potentialities, constraints and alternatives on Seridó River watershed, and in all the semi-arid region with similar characteristics
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18948
Appears in Collections:PPGe - Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ManoelCPN_DISSERT.pdf2,26 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.