Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19974
Title: Atuação dos profissionais no atendimento às famílias nos centros de atenção psicossocial
Other Titles: Work of professionals to care for families in Care Centers Psychosocial
Authors: Oliveira, Kalyane Kelly Duarte de
Keywords: Centros de Atenção Psicosocial - CAPS;Serviços de saúde mental
Issue Date: 10-Dec-2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Kalyane Kelly Duarte de. Atuação dos profissionais no atendimento às famílias nos centros de atenção psicossocial. 2014. 110f. Tese (Doutorado em Enfermagem na Atenção à Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: Este estudo objetivou avaliar a atuação dos profissionais no atendimento as famílias nos Centros de Atenção Psicosocial (CAPS) do Rio Grande do Norte (RN), a partir dos papéis e funções desempenhados pelos profissionais nestes serviços. Para isso, apontou-se como objetivos específicos: Descrever o perfil e as atividades desenvolvidas pelas equipes de saúde mental nos CAPS do RN; Conhecer a opinião dos profissionais das equipes de saúde mental quanto à política, às práticas e à formação em saúde mental; Verificar a adequabilidade dos papeis e funções dos profissionais que atuam nos CAPS do RN em relação ao atendimento as famílias. Trata-se de um estudo analítico, transversal, de abordagem quantitativa e qualitativa. Coletaram-se os dados por meio de questionário, em 33 CAPS do RN, entre março e outubro de 2014, após a aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa/UFRN, parecer nº217.808, CAAE: 10650612.8.1001.5537, em 1 de março de 2013. Adotou-se a amostra, definida através de critérios de inclusão e exclusão, compondo-se de 183 profissionais. A preparação do banco de dados seguiu dois passos: 1. Preparo e tratamento dos dados das questões fechadas do instrumento de pesquisa relativas à caracterização e práticas em saúde mental dos sujeitos da pesquisa por meio do recurso informacional do Statistical Package for the Social Scienses (SPSS) Statistics versão 20.0; 2. Para verificar o nível de significância optou-se pela aplicação do teste Qui-quadrado e o Kruskal Wallis Test. Preparo e tratamento do corpus formado pelas respostas às questões abertas relativas às políticas, práticas e formação na psiquiatria por meio do software Analyse Lexicale par Contexte d’un Ensemble de Segments de Texte (ALCESTE) e categorizados conjuntamente pela técnica de Análise de Conteúdo. A análise de dados apoia-se na literatura pertinente. Explicitaram-se os resultados através de três artigos que enceram os seguintes resultados: O primeiro artigo, perfil dos participantes, caracterizou-se por predominância do sexo feminino (76,5%), na faixa etária de 40 a 58 anos (61,7%). Trabalham entre 30 e 40 horas semanais (63,5%), com atuação na saúde mental há mais de 10 anos (98,4%). A amostra estudada direciona o atendimento a grupos familiares (65,7%), predominando o atendimento em equipe entre os assistentes sociais, enfermeiros, psicólogos e terapeutas ocupacionais. O médico realiza os atendimentos sem interação com a equipe (48,6%). Sobre as dificuldades encontradas nos serviços ordenam-se em: materiais e insumos (75,1%), financeiras (78,5%) e estruturais (66,9%). O segundo artigo encerra dados qualitativos organizados em cinco categorias: Promoção da reabilitação dos usuários dos CAPS; Necessidades de capacitações; Conflitos e satisfações do trabalho em equipe; Práticas desenvolvidas nos CAPS; Dificuldades de efetivação da Política de Saúde Mental. O terceiro artigo evidencia a inadequabilidade do atendimento destinado as famílias (93,4%) e comparando-se os atendimentos as famílias e aos grupos nos CAPS os dois tipos mostram-se inadequados: família (92,63%), grupos (92,60%). Os principais dados obtidos revelam a necessidade urgente de transformação na atenção psicossocial. Evidencia-se ainda, a importância de investimentos em insumos, estrutura física e na capacitação de recursos humanos para os CAPS.
Abstract: This study aimed to evaluate the work of professionals to care for families in Psychosocial Care Centers ( C APS) of Rio Grande do Norte ( RN), from the roles and functions performed by these professional services. For this, it was pointed out the following objectives: To describe the profile and the activities conducted by mental health teams in the RN CAPS ; Know the opinion of professionals in the mental health teams of the poli ti c , practices and training in mental health; Check the suitability of the roles and functions of professionals working in the RN CAPS in relation to care for families . This is an analytic al cross - sectional study of quantitative and qualitative approach . Data were c ollected through a questionnaire in 33 CAPS RN, between March and October 2014 , after being approved by the Research Ethics Committee / UFRN , opinion nº217.808 , CAAE : 10650612.8. 1001.5537 , on March 1 2013. T he sample was adopted , defined by inclusion and exclusion criteria , and is composed of 183 professionals. The database preparation followed two steps: 1. Preparation and processing of data of closed questions of the questionnai re concerning the characterization and practices in mental health research subjects through informational resource Statistical Package for Social Scienses (SPSS) Statistics version 20.0 ; 2. To check the significance level was chosen by applying the chi - squ are test. Preparation and treatment of the corpus formed by the answers to open questions relating to the policies, practices and training in psychiatry through Analyse lexicale pair Contexte software d' un Ensemble of Segments of Texte ( ALCESTE) together a nd categorized by content analysis technique , Bardin (2004) . The data analysis is supported in the literature . It m ade explicit the results through three articles waxing the following results. In the first, participants profile was characterized by a predo minance of females (76.5 %), aged 40 - 58 years ( 61.7 %). They work between 30 and 40 hours per week (63.5 %), working in mental health for over 10 years ( 98.4%). The sample directs the care of family groups ( 65.7%), predominantly the care team of social worke rs, nurses, psychologists and occupational therapists . The doctor performs emergency care without interaction with the staff (48.6%) . On the difficulties encountered in services are ranked in : materials and supplies ( 75.1%), financial ( 78.5%) and structura l ( 66.9%). The second article contains qualitative data organized into five categories : Promoting the rehabilitation of users of CAPS ; Needs training ; Conflicts and satisfactions of teamwork ; Practices developed in CAPS ; Effective difficulties of Mental He alth Policy . The third article highlights the inadequacy of care for families ( 93.4%) and comparing the care families and groups in CAPS both types show to be inadequate : family ( 92.63%), groups ( 92, 60%). The main data obtained reveal the urgent need for transformation in psychosocial care . It shows also the importance of investments in inputs, physical structure and training of human resources for the CAPS.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19974
Appears in Collections:PPGE - Doutorado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KalyaneKellyDuarteDeOliveira_TESE.pdf4,27 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.