Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20065
Title: Influência do jet lag social em marcadores circadianos de atividade - repouso e cardíaco em estudantes de medicina
Authors: Ferreira, Luana Gabrielle de França
Keywords: Ritmos biológicos;Privação de sono;Variabilidade da frequência cardíaca;Estudantes
Issue Date: 10-Apr-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FERREIRA, Luana Gabrielle de França. Influência do jet lag social em marcadores circadianos de atividade - repouso e cardíaco em estudantes de medicina. 2015. 92f. Dissertação (Mestrado em Neurociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Diversos estudos revelam que nas últimas décadas ocorreu uma diminuição na duração do sono. Os compromissos sociais, como o trabalho e a escola, muitas vezes não estão alinhados ao “tempo biológico” dos indivíduos. Somada a isso, observa-se uma menor força do zeitgeber causada pela menor exposição à luz durante o dia e maior à noite. Isso gera um débito crônico de sono que é compensado nos dias livres, ocorrendo semanalmente uma restrição e extensão do sono denominada de jet lag social. A privação de sono vem sendo associada à obesidade, risco cancerígeno e cardiovascular. Desta-forma, sugere-se que o sistema nervoso autonômico seja um caminho que relaciona os problemas do sono às doenças cardiovasculares. No entanto, além das evidências demonstradas por pesquisas com uso de modelos de privação de sono de forma aguda e controlada, são necessários estudos investigando efeitos da privação do sono de forma crônica como ocorre no jet lag social. O objetivo deste estudo foi investigar a influência do jet lag social em marcadores circadianos de atividade-repouso e cardíacos em estudantes do Curso de Medicina. Trata-se de um estudo transversal e observacional realizado no Laboratório de Neurobiologia e Ritmicidade Biológica (LNRB) do Departamento de Fisiologia da UFRN. Participaram da pesquisa estudantes de medicina matriculados no 1º período do curso da UFRN. Foram utilizados os seguintes instrumentos: Questionário cronotipo de Munique (MCTQ); Questionário para identificação de indivíduos matutinos e vespertinos (MEQ ou HO); Índice de qualidade do sono de Pittsburgh; Escala de Sonolência de Epworth; Actímetro; Cardiofrequencímetro. Foram analisadas variáveis de caracterização do sono, não paramétricas (IV60, IS60, L5 e M10) e índices cardíacos no domínio do tempo, frequência (LF, HF, LF/HF) e não linear (SD1, SD2, SD1/SD2). Realizou-se análise estatística descritiva, comparativa e de correlação com uso do programa SPSS versão 20. Participaram do estudo 41 estudantes, 48,8% (20) mulheres e 51,2% (21) homens, com 19,63 ± 2,07 anos. O jet lag social teve uma média de 02:39h ± 00:55h, 82,9% (34) com jet lag social ≥ 1 hora e houve correlação negativa com escore cronotipo de Munique evidenciando maior privação do sono em indivíduos com tendência à vespertinidade. Qualidade do sono ruim foi detectada em 90,2% (37) (X 2 = 26,56, p < 0,001) e 56,1% (23) sonolência diurna excessiva (X 2 = 0,61, p = 0,435). Observou-se diferença significativa dos valores de LFnu, HFnu e LF/HF entre os grupos de jet lag social < 2h e ≥ 2h e houve correlação do jet lag social com LFnu (rs = 0,354, p = 0,023), HFnu (rs = - 0,354, p = 0,023) e LF/HF (rs = 0,355, p = 0,023). Verificou-se ainda associação negativa entre IV60 e índices no domínio do tempo e não lineares. Sugere-se que a privação crônica de sono pode ter associação com maior atividade simpática promovendo aumento no risco cardiovascular.
Abstract: Studies reveal that in recent decades a decrease in sleep duration has occurred. Social commitments, such as work and school are often not aligned to the "biological time" of individuals. Added to this, there is a reduced force of zeitgeber caused by less exposure to daylight and larger exposure to evenings. This causes a chronic sleep debt that is offset in a free days. Indeed, a restriction and extent of sleep called "social Jet lag" occurs weekly. Sleep deprivation has been associated to obesity, cancer, and cardiovascular risk. It is suggested that the autonomic nervous system is a pathway that connects sleep problems to cardiovascular diseases. However, beyond the evidence demonstrated by studies using models of acute and controlled sleep deprivation, studies are needed to investigate the effects of chronic sleep deprivation as it occurs in the social jet lag. The aim of this study was to investigate the influence of social jet lag in circadian rest-activity markers and heart function in medical students. It is a cross-sectional, observational study conducted in the Laboratory of Neurobiology and Biological Rhythmicity (LNRB) at the Department of Physiology UFRN. Participated in the survey medical students enrolled in the 1st semester of their course at UFRN. Instruments for data collection: Munich Chronotype Questionnaire, Morningness Eveningness Questionnaire of Horne and Östberg, Pittsburgh Sleep Quality Index, Epworth Sleepiness Scale, Actimeter; Heart rate monitor. Analysed were descriptive variables of sleep, nonparametric (IV60, IS60, L5 and M10) and cardiac indexes of time domain, frequency (LF, HF LF / HF) and nonlinear (SD1, SD2, SD1 / SD2). Descriptive, comparative and correlative statistical analysis was performed with SPSS software version 20. 41 students participated in the study, 48.8% (20) females and 51.2% (21) males, 19.63 ± 2.07 years. The social jet lag had an average of 02: 39h ± 00:55h, 82.9% (34) with social jet lag ≥ 1h and there was a negative correlation with the Munich chronotype score indicating greater sleep deprivation in subjects prone to eveningness. Poor sleep quality was detected in 90.2% (37) (X2 = 26.56, p <0.001) and 56.1% (23) excessive daytime sleepiness (X2 = 0.61, p = 0.435). Significant differences were observed in the values of LFnu, HFnu and LF / HF between the groups of social jet lag <2h and ≥ 2h and correlation of the social jet lag with LFnu (rs = 0.354, p = 0.023), HFnu (rs = - 0.354 , p = 0.023) and LF / HF (r = 0.355, p = 0.023). There was also a negative association between IV60 and indexes in the time domain and non-linear. It is suggested that chronic sleep deprivation may be associated with increased sympathetic activation promoting greater cardiovascular risk.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20065
Appears in Collections:PPGNEURO - Mestrado em Neurociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LuanaGabrielleDeFrancaFerreira_DISSERT.pdf3.66 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.