Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20703
Title: Atuação de psicólogos em Centros de Referência de Assistência Social na região amazônica do Marajó
Authors: Belo, Rafaela Palmeira Nogueira
Keywords: Psicologia social;Políticas sociais;Povos tradicionais;Amazônia
Issue Date: 19-May-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BELO, Rafaela Palmeira Nogueira. Atuação de psicólogos em Centros de Referência de Assistência Social na região amazônica do Marajó. 2015. 164f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Este trabalho investigou a atuação de Psicólogos em Centros de Referência de Assistência Social da região amazônica do Marajó, considerando sua extensão territorial, espalhamento populacional e presença de Povos e Comunidades Tradicionais. Foram realizadas 11 entrevistas em 10 municípios do total de 16. Apreendeu-se um contexto de economias frágeis; precárias condições de habitação; redes protetivas incompletas ou desarticuladas; condições de trabalho precárias. As atividades realizadas são pontuais ou assistemáticas. Experiências promissoras apostam na descentralização dos serviços e na intersetorialidade. Experiências de outros grupos apontam a importância do trabalho a longo prazo. Conclui-se que um caminho potente de atuação é o fortalecimento da sociabilidade característica dos povos tradicionais, valorizando seus saberes e desenvolvimento seu protagonismo social. Palavras-chave: psicologia rural; povos e comunidades tradicionais, Amazônia
Abstract: This study investigated the role of psychologists in Social Assistance Reference Centres in the Amazon region of Marajó, considering its specificities: extensive territory, spread population and presence of native communities. Eleven interviews were conducted in 10 out of the total 16 cities. There’s a context of fragile economies and poor housing; incomplete or disarticulated public services; bad working conditions. The activities are ad hoc or asystematic. Promising experiences bet on decentralized and intersectoral services. Experiences from other groups point to the importance of long-term work. We conclude that a powerful way of action is to strengthen the sociability that is characteristic of the native peoples, valuing their knowledge and developing their social protagonism.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20703
Appears in Collections:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RafaelaPalmeiraNogueiraBelo_DISSERT.pdf4,31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.