Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20990
Title: Política de formação de professores: variação do locus de formação e a experiência do CEFET-RN
Other Titles: Teachers’ formation policy: formation locus variation and the CEFET-RN experience
Authors: Silva, Luzimar Barbalho da
Castro, Alda Maria Duarte Araújo
Keywords: Formação inicial de professores;Diretrizes para a formação;Lócus de formação
Issue Date: 2007
Citation: SILVA, Luzimar Barbalho da; CASTRO, Alda Maria Duarte Araújo. Política de formação de professores: variação do lócus de formação e a experiência do CEFET-RN, Natal. Revista Educação em Questão, Natal, v. 30, n. 16, p. 99-126, set./dez. 2007. ISSN 1981-1802. Disponível em: <http://www.revistaeduquestao.educ.ufrn.br/pdfs/v30n16.pdf>
Portuguese Abstract: O artigo discute as diretrizes da política de formação inicial de professores implantada no Brasil na década de 1990. Essas diretrizes trouxeram novos direcionamentos e exigências, tanto para as instituições formadoras quanto para a formação docente. Analisa ainda a ampliação e a variação do lócus de formação, criticada pelos educadores por possibilitar modelos diferenciados e flexíveis, que têm levado a uma formação mais técnica e instrumental em detrimento de uma sólida formação teórico-prática. E revela, por outro lado, que de modo geral os Centros Federais de Educação Tecnológica como espaço de formação de professores, priorizaram os aspectos quantitativos, a otimização dos recursos e a instrumentalização da forma- ção mesmo que sob o discurso da qualidade do processo educacional. Diferentemente dessa realidade a operacionalização dessa política no CEFET-RN privilegiou um modelo formativo, que aliou a pesquisa, a extensão e o ensino, garantindo a especificidade de uma sólida formação, a articulação teoria e prática e o senso de investigação, características necessárias à formação de um professor comprometido com a qualidade da educação pública.
Abstract: The present article discusses the directives of the policies of the initial teachers’ formation introduced in Brazil in the 1990’s. These directives have brought new directions and demands, both to the formation institutions and to teachers’ formation. This work analyzes the enlargement and the variation of the formation locus, a topic criticized by the teaching educators for enabling different and flexible models which have taken to a more technical and instrumental formation to the detriment of a theoretical and practical solid formation. In a general way, the study reveals that the CEFET’s use as a space of teachers’ formation has given priority to the quantitative aspects, the optimization of the resources and the instrumentation of the educators’ formation, even though under the speech of the quality of the educational process. Differently, the operationalization of this policy at CEFET-RN has favored a formative model, which has joined research, extension and teaching, guaranteeing the specificity of a solid formation, as well as the articulation between theory and practice and the sense of investigation, necessary characteristics to the formation of a devoted educator with the quality of public education.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20990
Appears in Collections:CE - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Política de formação de professores_2007.pdfArtigo Principal301,61 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.